Major Crimes 1X01/02: Reloaded/Before and After

terça-feira, agosto 28, 2012



Quando mudanças acontecem sempre existem coisas boas e ruins durante o processo.

Isso serve para explicar a situação de Major Crimes, a saída dos três personagens principais fizeram com que os fãs não aceitasse o spin-off (a mudança está mais pra algo no estilo CSI do que Spin-off, mas tudo bem). Eu gosto muito da capitã Raydor (Mary McDonnell) e amei suas participações na última temporada de The Closer, mas ela não possui um carisma contagiante igual o de Brenda (Kyra Sedgwick) e isso fica evidente durante o primeiro episódio.

Apesar de queridinhos dos fãs, fiquei muito feliz com a saída do Gabriel (Corey Reynolds) e ainda mais com a do Pope (J. K. Simmons), nos dois episódios nem reparei falta deles no elenco e espero que eles não apareçam nem para uma participação especial. A entrada da Sykes foi interessante, até agora só a vejo com uma policial que quer mostrar serviço pra justificar a promoção.

Os dois episódios teve todos os elementos de The Closer, o elenco continua em sintonia e gostei muito da dinâmica que a série vai abordar agora, mostrar que nem sempre uma confissão é certeza de condenação e que a justiça tem um preço que todos querem evitar pagar e o que ajuda a série a construir sua própria identidade sem ficar na sombra de The Closer.

As tramas abordadas foram bem exploradas, a rixa entre Provenza e Raydor deve dar um fôlego nessa temporada, até porque o detetive representa o fã que estava acostumado com aquela rotina e agora que as coisas mudaram é difícil aceita tudo como rapidez, tem que ser processo natural e implicar com isso é normal (apesar de ter adorado a forma que ele sempre acabava tendo seu ponto de vista esmagado). Os dois casos foram bacanas e teve uma boa conclusão e a solução no estilo Brenda também esteve presente.

A trama de Rusty é bem clichê, ele não tem família, ela vira responsável e os dois não se dão bem, mas ao longo do tempo acabando criando sentimentos um pelo outro, o bom é que vamos ver como Raydor vai lidar com sua vida profissional e privada. Além de tentar criar uma empatia com a personagem.

A série tem tudo pra repetir o sucesso de The Closer já que dinâmica da série continua igual e como fã ainda aguardo uma participação da Kyra que seja no final de temporada.

OBS: A cara da Raydor quando ela abre a gaveta com os doces da Brenda foi a melhor cena do piloto.

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Sem a Brenda não funciona, não adianta, a Raydor é bem sem gracinha e deviam ter deixado os personagens quietos depois de The Closer!

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe