Warehouse 13 4x02: An Evil Within

sexta-feira, agosto 03, 2012


Até onde você iria por Amor/Culpa?

Acho que essa é uma questão valida após esse episódio (PERFEEEITO) de Warehouse. Ainda estou tento problemas em controlar minha alegria e entusiasmo, afinal, não apenas H.G. Está viva, Trailer está vivo e agora, STEVE VOLTOU A VIDA! E eu simplesmente amo isso, amo que a série vai lá, mata todo mundo, mas depois trás de volta, porque isso é uma sci-fi, tudo pode acontecer, pessoas nunca morrem, todo mundo fica feliz. E quer saber a verdade? Eu gosto disso, eu amo isso. E é incrível, que em um tempo como esses onde vários personagens são mortos somente para causar algum tipo de Shock Value.

É obvio dizer que adoro Steve. Adoro o personagem e a química com a Claudia é inegável. Até torcia pelo moço virar hétero e eu ter pelo menos um casal canon na série, mas segundo Erika Ribeiro amigo gay é melhor que namorado (Então tá né?). Amei todas as cenas da moça, amei absolutamente toda a trama e amei a vaka da Mãe do Steve se sentindo culpada e ajudando a Claudia. Ainda mais de que ela provavelmente vai sentar no salgado árabe, já que o resto dos regentes não gostou nadinha disso...

As cenas dos dois foram lindas, e quando Claudia vai lá e diz que faria tudo de novo porque ele torna o mundo um lugar melhor, ou pelo menos o mundo dela, me fez lacrimejar e soltar um “Owwnnnnnnnnnnnnnnnn” e me revirar e contorcer com tanta fofura... Agora é ver como Steve irá se adaptar, já que agora ele não pode mais morrer, então vou adorar ver ele sendo morto loucamente e voltando!

E enquanto Claudia estava sumida e ia atrás de Steve, Myka e Pete iam atrás de monstros com tentáculos. Achei que fosse ter algum tipo de piadinha com hentai, mas não (*Carinha Triste*), a trama foi legalzinha e não mudou em nada a dinâmica do episódio, o destaque ficou mais uma vez para a história do artefato e suas conexões, como sempre. Acho que é difícil nesse mundo da ficção não conhecer H.P. Lovecraft, já li alguns de seus contos, mas verdade seja dita não achei algo bom ou super interessante, acho que o que vale mesmo são os monstros de Tchulu, que foram trazidos neste episódio. E talvez o Necromicon seja sua obra de maior relevância (pelo menos para mim que adoro magia negra e coisas relacionadas).

E por fim, Artie cada vez mais obcecado, confesso que fiquei com alguma raivinha dele no episódio, agora o mesmo achando que Steve seria o mal encarnado que iria destruir o mundo e voltar encapetado, pelo menos para mim, soou estranho. Acho que assim como a “falta de esperança” esse “mal maligno” que está chegando, é na verdade um evento, uma força, não uma pessoa ou ser, mas sim circunstancias. Só espero que o tempo seja reescrito para o original e percamos H.G. De vez... Falando em H.G. apenas eu senti falta dela? Onde ela estava minha gente? Ainda mais com um episódio com H.P.  sem duvidas ia querer saber o que essa linda tinha a dizer sobre o moço estranho...

Talvez Você Curta

4 comentários

  1. H.G. ta fazendo outra série,não ? Como é do mesmo canal acho que ela ainda deve aparecer na season

    ResponderExcluir
  2. Sim, ela tava filmando Defiancé, mas ela que quis, agora tem que segurar 2 séries ao mesmo tempo!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o episódio, e a Scyfy mostrando como se faz uma série de verdade (só não deviam ter terminado Eureka).
    Esse episódio foi o primeiro que eu acertei a origem do objeto, adoro o terror e Lovecraft foi o que eu pensei na hora que vi os tentáculos. Só me surpreendi, assim como o Peter, que a Myka não soubesse ou sequer tivesse lido.
    Warehouse 13 rules!

    ResponderExcluir
  4. Também achei estranho, afinal, ela é uma biblioteca ambulante e fala até portugues! E nunca ter lido Lovecraft, que é um dos maiores escritores de ficção moderna, foi meio que furada dos roteiristas que não queriam que ela descobrisse tudo muito rapido..

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe