Go On 1x03: There's no "Ryan" in "Team"

terça-feira, setembro 25, 2012



Ryan King não dá más notícias.”

Uma coisa interessante sobre Go On é essa característica de fazer o episódio todo se refletir em uma frase que o Ryan diz ao longo do mesmo. Não usaria “previsível” para descrever, pois não acho que isso seja feito por descuido e, sim, por algo maior. Um esmero que está lá, mesmo que só eu veja.
Não que o cara diga algo e TUDO seja uma representação do que ele disse. Nada disso. Mas é perceptível em quase todas as situações da série, certo “quê” da frase que ele disse anteriormente. E esse episódio não foge dessa característica.

Esse episódio mostra como o Ryan tá perdido nesse mundo e precisa de ajuda. Fica claro, quando ele explica ao jardineiro que sua esposa morreu, que quem mais se machuca com essa notícia é ele mesmo. Não tem nada a ver com os olhares de piedade, com a tristeza e o drama que a notícia acarreta, mas, sim, com o próprio fato de ele não conseguir lidar com a perda.

Talvez até tenha algo a ver com os famosos olhares de piedade e o drama, é inegável que essas coisas são realmente muito chatas. Mas tem algo muito maior por trás. E esse “algo maior”, eu tenho certeza que é do tipo que a gente só entende quando passa pela mesma situação que ele.

Outra coisa que toca muito fundo nesse episódio é a questão do costume. A única coisa mais chata que acordar de noite tomando um soco da sua esposa, segundo a série, é acordar no meio da noite esperando tomar um soco da sua esposa e se lembrar de que ela não está mais lá. E nunca estará. Se imagine no lugar do Ryan. É de doer o coração!

Em síntese, um episódio bacana. Levantou questões bem importantes para o desenvolvimento do personagem e, na minha humilde opinião, teve muito mais a acrescentar que o episódio anterior.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe