90210 5x01: Til Death Do Us Part

segunda-feira, outubro 15, 2012



Nossas preces não foram atendidas!

Pois é, pessoal. Dixon é forte e, mais uma vez, não foi. Ou a reza de Annie, que deve ter aprendido alguma coisa com seu amante padre, é muito forte.

A premiere toda girou praticamente em cima disso, o reconhecimento do corpo, Adrianna desistindo de seu show para ver o amado, a volta da mãe de Annie. Um dramalhão desnecessário para algo que sabíamos que provavelmente não iria acontecer. Dixon não fez falta nos episódios finais da temporada passada e sua morte provavelmente daria uma mexida mais do que necessária na série. Mas não somos nós que fazemos as escolhas criativas da série, portanto, o que nos resta agora é aguentar mais uma temporada de tramas aleatórias para esse personagem super amado.

Silver continua em seu drama da gravidez. Liam e Navid descobriram que ela quer ter seu filho com Teddy e não ficaram muito felizes com a ideia, nem Teddy que não se sente preparado para ser pai. Tudo se resolveu no final, mas eu realmente estou me sentindo incomodado com essa história toda. O desejo de Silver de ter um filho é perfeitamente compreensível, mas a forma desesperada como ela está abordando todos os homens que vê pela frente é completamente bizarra.

Já a carreira musical de Adrianna é mais devagar que tartaruga subindo uma rampa (?) e nunca vai pra frente. Sempre que ela está prestes a conseguir uma oportunidade alguma coisa acontece e ela acaba tendo que dar pra trás. Pelo menos dessa vez ela descolou um homem no processo, ele inclusive deve entrar para o time dos homens da série e ajudar Liam a reconstruir o bar, outra questão que deve ser um dos caminhos dessa temporada, por Liam ter colocado fogo no próprio bar para conseguir o dinheiro do seguro.


Ivy continua com seus dramas chatos e aleatórios, agora com direito a comício para salvar o namorado imigrante ilegal (UAT?!). Sério gente, alguém me diz se isso existe de verdade, porque foi demais pra mim. Em que mundo subir num palanque para conseguir assinaturas e convencer a todos que uma pessoa que está no país ilegalmente é boa e merece ficar lá funciona? Não tenho nem ideia de quantas pessoas moram ilegalmente na California e com certeza não são coisas como essas que irão ajudá-las, portanto, quem teve essa brilhante ideia na sala dos roteiristas merece levar a prancheta das assinaturas na cabeça.

O melhor fica mesmo por parte de Naomi, que é sempre aposta certa para os melhores momentos da série. Depois de se declarar para Max no fim da temporada, o garoto desistiu do casamento e foi atrás da nossa loira. Cada momento dos dois no episódio foi sensacional, o pedido de casamento, Naomi virando motorista de fuga, os dois sendo presos... Pelo andar da carruagem esse relacionamento não vai ficar em paz por algum tempo graças ao sócio de Max, mas estou confiando na história de Naomi e Max... Mais uma vez.

90210 fez uma premiere de qualidade não tão diferente de suas outras premieres. Teve seus momentos divertidos, mas também teve aqueles já comuns momentos de total bizarrice. Uma coisa é fazer algo estranho que vai nos divertir e nos fazer rir, outra completamente é entregar tramas sem sentido e pensar que nós vamos simplesmente engoli-las. Mas esses são problemas que enfrentamos desde o início da série e, se chegamos até aqui, é porque já estamos de certa forma acostumados, o que não quer dizer que os roteiristas não possam trabalhar um pouco e entregar uma trama, nem que seja um pouco, mais trabalhada e pensada.

ps¹: Super show da Call Me Maybe no episódio... Só que não.

Talvez Você Curta

1 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe