Ben And Kate 1x05: Scaredy Kate

sexta-feira, novembro 02, 2012


O bobalhão, a enfermeira sexy e a Mulher-Gato roubadora de cremes para o rosto

Halloween é a única noite do ano que garotas sem rumo, como a Kate, podem ser indecentes e se atirarem
nos outros sem serem julgadas. Kate, novamente, quer passar o feriado na calmaria, curtindo doces, pizzas e embalagens grudadas na cara. Nossa protagonista loira e inocente carrega as características das mães solteiras que se divertem como podem, pois percebem que as maneiras de se divertir agora estão mais limitadas, já que têm um filho/filha pra pensar.


Ben, que é tão útil como uma porta, não faz muito além de ignorar as peças que Kate tenta pregar nele. Suas funções de resumem a pegar a bicicleta da Kate e ir ao mercado de agricultores carregando uma cuia e atraindo comentários (muito bem merecidos).


Kate prepara a fantasia de Maddie vestindo a pobre coitada de mini Marie Curie, decidindo como passará a noite, muito diferente de BJ, esse enigma glamouroso que invade a casa de cegos e acidentalmente coloca o produto pra rosto na bolsa. Acaba que Kate é convidada  para a festa do vizinho sexy, mas como ela é geralmente a vizinha chata que chama os policiais, BJ a aconselha a ser outra pessoa, se vestir e se comportar diferente apenas por aquela noite.


Kate se veste de Ruth Bader Ginsburg, mas por baixo usa uma fantasia de enfermeira sexy, pronta para não ser ela mesma naquela noite. Com 75% de chance de Kate levar a criança errada pra casa com tantas fantasias de princesa, ela manda Maddie para a casa dos pais de Tommy enquanto ela e BJ, vestida de Mulher-Gato, festejam. Aliás, que fantasia super sutil que a BJ arranjou para roubar a casa do pobre cego. A noite acaba dando certo para Kate, mas só até ela mostrar quem ela realmente é para o vizinho sexy. Apesar do beijo, ele acaba trocando-a por uma qualquer na festa.


Ben, que costumava ser vigia noturno numa fábrica de bonecas, decide que vai por o dever das mamães gatas no freezer, vai entrar na bolsa delas, o que basicamente significa tentar (em vão) dar em cima das mamães das crianças pegando doces. Mas sua noite com Tommy acaba mudando quando este come as "balas" de Amsterdam da BJ. Como Ben era salva-vidas (algo super a ver com a situação, só que não) ele tenta ajudar Tommy também comendo  asbalinhas. Os efeitos são os mais diversos, o mais assustador no entanto com certeza é a atração por cachorros de pelúcia, algo seriamente preocupante.
Durante as divagações, eles decidem ir para a festa do vizinho, Steve, já que cantar as mães gatas não deu muito certo. Quem imaginaria?


As coisas não ficam melhores para Ben e Tommy na festa. Esse último acaba se revoltando por que queria ir ao clube mostrar como se tornou um bom dançarino pra Ben. E que lugar melhor para demonstrar as novas habilidades do que no banheiro de uma festa, não é? Os movimentos estranhos e o "streap tease disfarçado" acabam levando os dois para fora da festa.


Ben encontra Kate do lado de fora, quee finalmente consegue pregar uma peça nele, após ele ter, amavelmente, dado uma barra de chocolate para consolá-la (ponto pra esse bobão). Numa conversa super compreensível sobre sanduíches, Kate, que é uma maionese tradicional, entende que jogar mostarda apimentada sobre o sanduíche só atraía idiotas, não era ela de verdade. Nem quem ela queria ser. Por sorte (dela e nossa) um novo cara entra na vida dela, e por ser pai solteiro, entende a maior parte das dificuldades dela. Cá pra nós, não é qualquer um que percebe uma fantasia de Ruth Bader Ginsburg. vamos torcer pra que dessa vez quem sabe ela consiga desencalhar.


PS: 
- Vestida de Bebê ghandi ou da queda do jornalismo impresso.
- Tommy e Ben vivendo num mundo pós-música. Mil tretas, mano.
- BJ deixando de lado o furto pra aconselhar a pequena Maddie a não se tornar uma princesa vadia. Como não amar?

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe