Boardwalk Empire 3x08/09: The Pony / The Milkmaid’s Lot

domingo, novembro 18, 2012


Nucky: Ficarei sozinho, o que é como estar morto.

“The Pony” apresentou um grande marco na temporada, apesar de ter sido, em resumo, um episódio morno, mas que deu o pontapé para a reta final da temporada.

E, quando se trata de manipulação e mostrar capacidade ninguém melhor que Nucky Thompson para a tarefa, e mostrou seu melhor ao convencer Mr. Mellon, mas é claro que um histórico ajudou e muito aos seus planos.

Mas, não que ele não seja um especialista, também, em arranjar inimigos, agora foi a vez de Gillian, declaradamente, declarar guerra ao mafioso, mas claro que ela já preparava a sua estratégia ao se aliar com Gyp Rosetti.

O que ela não esperava era o tiro sair pela culatra e Nucky sobreviver, agora é esperar o que aguarda a futura da madame.

E, quanto a cena inicial do episódio, faço minhas as palavras de Richard: “Jimmy merecia mais do isso [aquilo]”.

Já em uma das cenas mais insanas de Boardwalk Empire nosso “querido” Van Alden mostrou mais um pedaço de sua insanidade ao prensar o rosto do um colega de trabalho com um ferro de passar roupas, é loucura demais até em níveis de Boardwalk.

Mas, bem que o cara mereceu, só não sei se mereceu o que aconteceu com ele, mas o bullyng com Val Alden era forte ali.


Em Chicago, cada vez se aproxima a hora de Al Capone tomar conta dos negócios, pois a mensagem de Torrio, que voltava de suas “férias”, era que o problema tinha que ser resolvido com Al, ou seja, o chefe, ainda que se mantenha como imagem de chefe aposto que muito será transmitido para Capone.

Algo até natural já que Torrio voltou com uma mensagem “paz e amor”, algo difícil de sustentar no submundo.

À parte de toda a sujeira, de certo modo, estavam Margareth e Owen em seu caso proibido, em plena cena romântica que ela pede a ele para ensiná-la a dirigir, e mais para levá-la daquele lugar, algo que não irá acontecer tão cedo, pelo menos não até que Nucky descubra e os mate.
A cena final foi só um detalhe do que está por vir, mas agora com a guerra mais do que declarada entre Nucky e Rosetti.

“The Milkmaid’s Lot” levantou poeira, literalmente, pela boardwalk enquanto a vida dos habitantes de Atlantic City continuava em como se nada tivesse acontecido, diferentemente do que podemos dizer sobre Nucky que sofria tanto físico, mental e psicologicamente.

Não pude conter meu riso com as trapalhadas mentais que Nucky sofria em sua recuperação pós-explosão, sei que não politicamente correto, mas não pude me conter em muitas delas.

Talvez, foi esse o momento de Margareth mostrar quem ela realmente é, com seu marido naquele estado deplorável ela teve que tomar partido e mandá-lo se recompor e tratar de seus negócios, pois apesar de não - necessariamente - amá-lo não acredito que ela o odeie, mas que apenas não se vê mais ao lado dele como esposa, ainda mais amando outro.

Uma coisa que espero da série é que Richard logo tire Tommy daquela casa e vá morar com Julia, seria no mínimo justo que o menino tenha um futuro diferente de seu pai, quem sabe Richard possa dar uma estabilidade que Gillian certamente não tem capacidade para tanto.

Os planos de Gyp estão, até o momento, indo conforme ele prévio, ou deseja, com Nucky que prensado contra a parede acaba convocando uma reunião dos mafiosos, mas que acaba do pior modo possível, ou seja, ele sozinho contra toda a máfia italiana.

Mas todos sabemos que Nucky não cairá sem uma boa briga, não é por tanto que Rosetti já se assentou na cidade vizinha, instaurando uma “boa vizinhança”, para que Nucky esteja sem possibilidades de escapatória.

Achei burrice dos outros “chefões” de não seguirem Nucky, até por que o objetivo de Rosetti é a cabeça de todos eles, eventualmente.

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe