Fringe 5x06: Through The Looking Glass And What Walter Found There

terça-feira, novembro 13, 2012


“Se era assim, podia ser, e se fosse assim, seria; mas como não é, não é.”

Quando eu começo a gritar em um episódio de Fringe e meu pai tem que pedir para eu calar a boca, já posso ter certeza de que ele foi muito bom, mas quando este mesmo episódio é incrível, mas várias referencias a Através do Espelho e o que Alice Encontrou por lá, junto de mais revelações e também conflitos existenciais de Peter e Walter... Ainda assim, sinto que o que estamos vendo nesta temporada é como estas situações fazem com que os personagens se afastem, mas ainda assim fiquem ainda mais juntos e unidos no final...

É incrível a capacidade de como os roteiristas e produtores de Fringe conseguem entrar na mitologia e retirar coisas tão incríveis como o Garoto Observer, claro que ele parecia que iri voltar algum dia, mas não imagino que eles haviam traçado absolutamente tudo isso. Para mim é muito mais interessante e satisfatório pensar que eles pegaram esses casos “avulsos” da primeira temporada e transformaram em tramas com o passar do tempo do que acreditar que eles já sabiam exatamente tudo o que iriam fazer.

Como a incrível Jornada de Peter. Não acredito que eles desde a segunda u terceira temporada já imaginavam que ele se tornaria um observer, mas esta foi uma historia que foi criada e desenvolvida, e eles terem a capacidade de fazer algo tão bom, incrível e genial, a partir de teorias dos fãs na internet faz com que meu coraçãozinho se apaixone um pouco mais por Fringe e faz com que eu sofra um pouquinho mais por esta série estar acabando.

Mas indo ao episódio, acho que é impossível não amar quando Fringe faz uma coisa dessas comigo. Quando Walter atravessou ali meu único pensamento era que ele havia ido para o Outro Lado, Junto de Walternativo, BOlivia e Lincon... Sim, eu dei alguns gritinhos e já estava quase chorando, mas quando foi revelado que aquilo era um “pocket universe” e não tinha Lincon e BOlivia, primeiro fiquei irritado, depois nervoso, mas depois me acalmei, entendi e aceitei... Mas sério, porra. Para que me fazer quase ter um infarto aqui?

Mesmo assim, toda a trama de uma dimensão entre os universos foi muito bem feita e interessante, gosto de como Fringe trabalha essas ideias, que parecem ser coisas tão absurdas e estranhas, de uma forma simples, realista e divertida de se ver. Todo o negócio do Hotel/Prédio abandonado, com os símbolos já conhecidos pelos fãs nas portas, escadarias ao contrário, gravidade ao contrário e diversas outras coisas foi bem divertido. E no fim acabamos descobrindo que aquilo tudo era o esconderijo do Garotinho Observer...

E novamente fico em duvidas de quem é esse Donald.. Na verdade não tem como saber quem ele é, mas deve se ruma pessoa conhecida, afinal, não faria sentido inserir um personagem novo (e importante) a essa altura do campeonato... Não deve ser Sam Weiss como dizem por ai, mas também não acho que seja uma pessoa totalmente desconhecida... Admito que estou totalmente curioso para saber quem ele é, o que ele anda fazendo... São muitas perguntas a serem respondidas...

No fim, o Glyph Code da semana foi:


“SPLIT”, ou cisão, divisão... Quebra. Acho que essa semana refere-se principalmente a Peter. Com ele se tornando um observer, ele deve começar a perder seu lado humano, se afastar mais de Olivia e ir atrás de vingança aos observers. Já Walter está começando a ver que talvez, deixar aquela parte de seu cérebro separado talvez seria melhor, afinal, cada vez mais ele está indo por um lado mais sombrio e se desligando também um pouco de seus sentimentos, para o bem maior. A luta contra os observadores realmente está fazendo com que os personagens, emocionalmente, fiquem mais divididos e solitários...

Talvez Você Curta

5 comentários

  1. eu nao sei mais estou com uma ligeira impressão que pode ser o bell retornando ou msm setembro..bom n sei, ta mto louco essa historia

    ResponderExcluir
  2. Sim, também estava com essa teoria de que o Donald podia ser o September... Mas acho que não..

    ResponderExcluir
  3. eles fizeram questão de que o Donald nunca aparecesse de frente pra câmera..a única vez que ele apareceu, ficou com a cabeça abaixada. E só eu tive quase um treco achando que iria acontecer algo mais grave com a Astrid ?! hahaha

    ResponderExcluir
  4. Tem uma coisa que eu queria entender. O garoto da primeira temporada já possuia habilidades empáticas e intelecto superior. Porém, vimos que os observadores possuem essas habilidades pela tecnologia deles, inclusive, é dado a entender que eles são carecas por causa da tecnologia.

    Como isso funciona? O garoto já tem a tecnologia? Pensávamos que alguém já nascia Observador, porém, Peter está nos mostrando que não.

    ResponderExcluir
  5. Eu super pensava que o garoto é quem viria a ser o September.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe