Once Upon a Time 2x07: Child of the Moon

terça-feira, novembro 13, 2012


“Quem tem medo do lobo mal?”

Quando surge a notícia de que um monstro está à solta, boa parte da cidade vai às ruas no bom e velho estilo caça às bruxas, monstros e Shreks, com suas tochas e armas em punho. Pelo visto até o próprio lobo estava com medo, mas sejamos justos, neste caso, por causa dos apagões.

Eu sei, eu sei, é hora de dar uma desacelerada no rumo dos principais acontecimentos, mas não consigo deixar de ficar frustrada. Pouco avançamos esta semana, tendo o primeiro episódio da temporada que considero realmente um filler, embora ele não tenha deixado de dar alguma contribuição. Só me consola ter um episódio focado na Ruby, nossa loba sexy (espertinhos esses produtores!!).

Falando em sexy, o que foi aquele Quinn? Não foi uma pena inserir o coitado apenas para matá-lo na sequencia? Logo quando já estava contando com mais uma bela aquisição para nosso crescente cast masculino indecente?!! Por outro lado, não acham meio bizarro descobrir que aquele carinha simpático que está flertando no bar não passa de um rato (literalmente!)?? O papo foi mais surreal do que o normal!! Cômico ver Bella ajudando Ruby a sair do problema, o problema de loba na lua cheia, é claro. Como o rato acabou sendo sacrificado, não teremos que voltar a pensar no assunto (ufa!) e no preconceito que o coitado sofreu (ou não!).

O começo encheu nossos corações de esperança e nossos olhos brilharam mais do que aqueles lindos diamantes. O pó de fada volta a ser uma realidade!!! Fiquei logo imaginando a Fada Azul flutuando desajeitada por ali, no entanto, desejei mesmo foi ver o chapéu do Jeff voltando à ativa. Minha mente foi tão longe (que tolinha!) que chegou a formular a possibilidade de uma reviravolta na trama.

Todos fazendo festa, Spencer aparece com toda aquela pinta de estraga-prazeres. Não tarda e seu plano entra em perfeita execução, mas confesso que o safado me enganou!! Usou Ruby para distrair a atenção do que realmente interessava e sambou na minha cara jogando o chapéu na fogueira.

Enquanto o safado do Spencer montava o cerco contra Ruby, fomos convidados a descobrir de que maneira ela passou a assumir o controle da sua porção lobo, duas vezes. Primeiro, voltamos ao mundo encantado e nos deparamos com uma matilha comandada, nada mais nada menos do que por mamãe Anita. A semelhança foi marcante e nem deu pra duvidar quando ela falou, né?

Foi bonitinha a construção da coisa toda, a descoberta da matilha, do controle, mas achei sensacional a maneira como se deu a reviravolta em que Ruby volta a ficar com Snow, aquela que a aceitou em suas duas formas e enxergou nela mais do que a mãe ou a avó. Por fim, essa situação toda me faz questionar: tem mais lobos soltos por ai??

Pode ser piração da minha cabeça, mas desconfio fortemente que a vovó também seja um lobo e, mais do que isso, que possam brincar com aquele trechinho da história em que a chapeuzinho comenta das “orelhas enormes da vovó”, entre outras coisas. Sentiram que ela se traiu duas vezes? Primeiro com a super audição, que ela deu uma justificativa boba, depois farejando o sangue que levou até o carro do promotor. Nesse andu tem caroço!!

Charming volta a demarcar sua autoridade e personalidade. Gostei muito dele ter acreditado na inocência da Ruby, mesmo tudo apontando contra ela. Mostrou o quanto aprendeu com os erros cometidos pela parte David, que não confiou em sua amada Mary. Ponto pra ele!

Sim, vocês estavam certos!! O sonho entre mundos está oficialmente no ar, sintonizando as frequências daqueles outrora amaldiçoados pelo sono. Até então, temos Henry e Aurora e, não sei por qual motivo, Snow nem Jeremy ou Bonnie ainda não entrou na sintonia fina. Rumpels nos deu uma explicação bem mastigadinha sobre o funcionamento da coisa toda, e foi um alívio ver nosso pequenino todo poderoso, controlando o fogo e estabelecendo contato imediato.

PS: Regininha tão doce velando pelos pesadelos do filhote!!


Talvez Você Curta

4 comentários

  1. Lobo mau, né? Mal é contrário de bem.

    ResponderExcluir
  2. Verdade. Obrigada querida, meus olhos estão quase sangrando diante de tamanha pedrada!
    Nem vou mudar, em consideração ao comentário, mas também para me lembrar de não correr tanto e sempre reconhecer meus erros, especialmente esses tão grosseiros!
    Depois, por alguma razão, não tenho vontade de dizer que o lobo é mau, quando a Ruby esteve tão mal com toda a situação e deixo algo em que se pensar ;)

    ResponderExcluir
  3. Já foi deixada bem clara as índoles "lobásticas" dá vovó, já que ela foi um lobo antes da Anita depois a Ruby. Eu realmente acho que que agora, Henry conseguindo controlar o fogo do sonho possa trazer Mary e Emma de volta há Storybrooke, se elas forem enfeitiçadas com a maldição do sono no mundo encantado.
    Será que ainda dá pra shippar Emma e Hock?

    ResponderExcluir
  4. Ruby é uma das minhas personagens preferidas. Adorei esse episódio. Porém não consigo gostar do Charming ou do Henry. Cara, aquela lingua presa do moleque me irrita. E a cara de bocó do David (mesmo depois de voltar a ser príncipe mothafocka) me dá raiva.

    De resto, acho Snow e Emma a coisa mais fofa desse mundo. Rumpels e Regininha são os vilões mais fodas possíveis. Quero muito ver quando Cora e Hook os encontrarem.

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe