Parks and Recreation 5x06: Ben’s Parents

segunda-feira, novembro 12, 2012



“Caracóis rastejando para fora de sua boca. Caracóis rastejando para fora de sua boca. Caracóis rastejando para fora de sua bunda. Dave Mathews Band.”


O episódio desta semana mantém, pelo menos para mim, o nível da temporada, a série continua muito boa mas não tão genial como nas suas terceira e quarta temporadas. Mesmo que não esteja em seu auge é impossível não reconhecer o alto nível da comédia, que continua sendo uma das melhores da TV. O problema da atual temporada é que o elenco não está mais no mesmo nível de excelência e algumas tramas parecem não funcionar, é o caso da depressão de Chris, que há muito tempo está avulso e vem perdendo seu brilho a cada episódio. Os roteiristas não estão sendo capazes de contemplar todos os personagens em uma única trama, o que deixa o episódio bem instável. O ideal seria ver Chris e Tom interagindo naturalmente em outras tramas da mesma forma que ocorre com April e Andy. Por falar no casal, ambos continuam afiadíssimos e roubaram a cena mais uma vez em “Ben’s Parents”. Eu realmente adorei vê-los trollando a Ann sem parar com um monte de perguntas e a April dizendo que a enfermeira tem que parar de ser tão egocêntrica. Mas o melhor ficou na cena em que os dois ficaram alternando coisas boas e coisas ruins com Dave Mathews Band estando nas duas listas. Eu amo tanto a April chamando a Ann de enfermeira lésbica e não deixando ela fazer um High Five com o Andy. Esta menina é foda demais.

Fiquei bem empolgado com a volta de Jean Ralphio, que sempre foi muito hilário, mas achei que os roteiristas pesaram na mão e deixaram ele mais irritante do que engraçado. Ele ficou caricato e pastelão demais e acabou perdendo a sua graça. A história foi um pouco óbvia e não aproveitou todo o potencial dos personagens. Estava bem previsível que Tom conseguiria convencer Ron a investir em sua empresa ao demitir o amigo e a melhor coisa de tudo isto foi descobrir que Ron começou a trabalhar aos nove anos e já exercitava a sua boa visão financeira trocando o seu salário por ouro.

Uma constante nesta temporada vem sendo a consistência das tramas de Leslie e a boa junção da comédia com momentos muito bonitos entre ela e Ben. Toda a tentativa da manta foi excelente e, além de ter sido uma iniciativa muito legal, tem muito a cara da Leslie mesmo. A confusão dos pais de Ben foi boa, apesar de não ter tido um grande momento e ter lembrado muito a dinâmica entre Jay, Dede e Gloria em Modern Family. Não sei se eu fiquei muito convencido de ver Jonathan Banks como pai de Ben, ficou meio estranho, mas é sempre bom ver um brilhante ator como ele em ação. Sem dizer que a guerra de olhares entre ele e Ron disputando o último camarão foi impagável e acabou sendo a melhor cena de todo o episódio.

Apesar deste começo não tão foda de temporada, estou bastante empolgado para ver o casamento de Leslie e já cravo que teremos um ótimo momento, como a série já vem fazendo com o casal há muito tempo. Espero que as coisas tomem mais corpo e que os roteiristas se esforcem um pouco para dar plots melhores para o Chris. Rob Lowe com certeza merece. 

PS: A cena de todos falando para o Ben não se atrever a magoar a Leslie foi excelente e mostrou o poder de alguns personagens (como por exemplo Donna) de fazer rir apenas com a expressão. 

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe