Last Resort 1x11/1x12: Damn the Torpedoes/The Pointy End of the Spear

terça-feira, janeiro 22, 2013

E a serie do submarino que não é amarelo voltou com tudo! 


1x11 - Damn the Torpedoes

O último episódio antes do hiato ficou marcado pela suposta morte de Christine (ela não morreu, como sabemos), e esse começou com o conflito de Sam consigo mesmo para tentar aceitar a morte de sua tão amada esposa. Não vejo outro modo possível que os roteiristas poderiam encontrar para iniciar o episódio, ainda mais que colocaram Sophie para dar ainda mais ênfase no que ele sentia. Não é fácil perder um ente querido, principalmente quando é aquela pessoa que você escolheu para passar o resto da vida. Com toda essa confusão de sentimentos dentro dele ele ficou alheio a trama principal após uma discussão com Marcus. 

E com ele sendo deslocado para fora da trama principal, aconteceu algo inesperado. Sam Kendal agora é uma pessoa mudada, e uma prova concreta disto é ele se colocar no meio de todo o conflito, atitude que identifiquei como a de um manipulador. Ele não quer ser passado para trás, e começa a reconhecer que o Capitão pode estar errado, mas como também pode estar certo. 

Chaplin que teve uma de suas maiores convicções posta à prova teve a ajuda da Tenente Sheppard para manter sua honra e ser visto como um herói pela população local, que começava a racionar comida e suprimentos.  

Cortez, a agente da CIA infiltrada na tripulação recebeu ordens para matar o Capitão. Confesso que nem eu sabia o que ia acontecer nesta cena. Ela mataria? Ele mataria ela?  Ela se mataria? Eram muitas opções. E acabou que a confiança do Capitão de que ele está fazendo a coisa certa atingiu a agente, e ela "passou para o lado" dele. 

No fundo deste episódio tivemos a ameaça de golpe de estado nos EUA. Ainda tem muito o que acontecer, mas o tiro do agente secreto no homem de farda mostrou que aquilo é serio. O discurso de Kylie foi ótimo também, pois nos mostrou que aquela mulher durona é patriota e humanitária, e não quer ver o seu país nas mãos de governantes desrespeitosos. Quer ver os EUA de volta ao topo (nesse momento me veio a primeira cena da serie The Newsroom haha). 

E, por último, um pequeno destaque a um possível futuro acontecimento: a China pode querer ir com tudo pra Saint Marina para poder se apoderar dos minerais raros que foram encontrados no solo. Isso poderia resultar em uma nova guerra mundial. Veremos o próximo episódio... 

Tá achando que acabou? NÃO! Ainda tem mais um episódio nessa review! Sim, ficou bem grande a do primeiro episódio, mas como a serie está acabando fui bem detalhista englobando todos os acontecimentos. E olha que ainda deixei coisa de fora! Rola pra baixo que tem outra review! 

1x12 -  The Pointy End of the Spear


O episódio anterior foi bastante corrido, e com muitas informações, mas este mostrou-se como uma preparação para o Series Finale. Acho muito válido e uma boa estratégia, que muitas series utilizam. Dar forma nos conflitos para serem resolvidos (esperamos que sejam) e dar-nos as tão esperadas respostas. 

Na ilha, o cabo, que no episódio anterior foi mostrado como um "conspirador", alia-se a Serrat para conseguir o que quer. O ditado "Inimigo de meu inimigo é meu amigo" aplica-se bem a essa situação. 

Uma coisa diferente que vemos neste episódio é a posição que Sam toma em meio a todos os acontecimentos. Ele não é mais aquele homem que admira incondicionalmente o Capitão, pois ele mudou depois que viu o carro em que sua mulher estava explodir. Sam está perdido no meio de tanto fogo amigo. Não sabe para onde ir, e confesso que eu também não saberia se estivesse em seu lugar. 

No meio de tanta tensão, temos a Tani de volta!! Ele voltou para o James, mas ele a recusou. Foi inesperado, mas faz parte da personalidade do garoto. Não acho que ele conseguiria se assentar em uma praia de areia branca com uma casinha de palha sem ter nenhuma confusão para envolver-se e resolver. Mas ainda espero que ele volte para ela. 

E o tal golpe de estado acabou não acontecendo. Alguma coisa vazou e algo muito ameaçador deve ter sido dito ao Conrad para ele se matar em rede nacional dentro do senado americano. E o pai de Kylie deve ter algo a ver com isso. Desconfio que o comunicador que o Almirante estava usando foi grampeado, mas é apenas especulação. 

Legal é que no meio de tanta tensão a serie aborda o poder. O governante tem que ser sábio, mas se ele não for devemos ir enfrenta-lo com tudo que temos? Temos que confiar nele? O certo não seria lutar por um governo sábio? Eu quero dar minha vida por esta luta? São muitas perguntas que podem ajudar em questionamentos no nosso dia-a-dia e a entender o que os personagens da serie estão pensando. 

E como gancho para o próximo episódio ficou o estuprador tomando o comando da tenente no submarino. Algo totalmente inesperado. Que venha o series finale! Vamos ver no que vai dar... 

PS: O navio chinês foi explodido pelo cabo e seus comandados, e isso pode trazer ainda mais conflitos para Saint Marina, pois os chineses podem levar tropas para a ilha. Não sei o que eu quero que aconteça quanto a isso, e você?

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe