Nashville 1x09: Be Careful of Stones That You Throw

terça-feira, janeiro 15, 2013


“Se você acha que há chance de consertar as coisas, mude de ideia.”

A deliciosa Nashville está de volta, mantendo o bom nível de drama dos últimos episódios. A coisa deslanchou mesmo, as tramas estão acertando e o resultado está sendo muito bacana de se acompanhar. Em todos os pontos.

Começando pela tão aguardada turnê de Rayna e Juliette, que finalmente vai acontecer, com diferentes consequências para cada uma. Para Juliette, a turnê veio para complicar as coisas já complicadas. Além da sogra querida, ela ainda precisa enfrentar suas próprias incertezas. A mãe tem um forte papel nisso, mostrando que Juliette não está preparada para se casar. Mesmo dizendo que é apenas intriga da mãe, Juliette sabe muito bem que ela está certa e o final inesperado, com Juliette fugindo, deixa isso bem claro. Essa trama tem muito potencial e quero muito ver como ela vai se desenrolar.

Para Rayna, é a oportunidade perfeita de fugir dos problemas familiares, ainda mais agora com a hipótese bombástica de que Maddie é filha de Deacon. Bom, pelo menos é o primeiro pensamento de qualquer um, mas já sabemos que Ted não é o pai dela. E Ted também sabe, o que mostra que ele não é esse monstro que se imagina e Rayna também tem sua sujeirinha.

Isso atinge ainda mais Deacon, que já está mexido com a turnê de Rayna. Eu estou adorando o que fizeram com ele. No começo, parecia que a função dele seria apenas ficar entre Rayna e Juliette, mas agora as possibilidades para o personagem são bem mais amplas e interessantes. Como a repórter que veio remexer no passado dele e desenterrar coisas que ele obviamente prefere esquecer.

Scarlett também está tendo uma boa construção. Apesar de Avery ainda ter um efeito muito forte sobre ela, a mocinha também sabe se defender e logo dá um jeito de despachá-lo outra vez, ao reconhecer que ele é um egoísta capaz de dizer adeus aos amigos pela carreira. Mas também não o culpo por isso, afinal ele só está seguindo os sonhos dele. Essa história serve para reaproximar Gunnar e Scarlett depois de um leve desentendimento típico de gente apaixonada.

Vale destacar a forma como as músicas conseguem se adequar às tramas. A música de Scarlett e Gunnar que encerra o episódio, além de linda, coube perfeitamente às situações e Nashville acerta em cheio nesse ponto. E já que essa é a temática e o objetivo da série, além de estar boa que só, Nashville se mantém no caminho certo e já está quase chegando entre meus dramas favoritos.

P.S.: Peninha de Sean, todo apaixonado sendo abandonado no altar.



Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe