Smash 2x01: On Broadway

segunda-feira, janeiro 28, 2013



No maior palco do mundo, ainda há muitos novos dramas.

A segunda temporada de Smash só estreia oficialmente dia 5 de fevereiro, mas a NBC já disponibilizou a primeira parte do evento de duas horas que será a estreia da nova temporada. Claro que essa é uma jogada pensando inteiramente no fator ‘mudança’, já que Smash recebeu tantas críticas durante a sua primeira temporada, a emissora se sente na obrigação de mostrar que conseguiu mudar um pouco seu drama veterano.

Ainda não dá para dizer muito, afinal foi só um episódio, mas o potencial de mudança está lá. E por mais que eles continuem a insistir em outros diversos erros, não há dúvidas de que essa mudança sempre foi necessária e que Jennifer Hudson vai divar lindamente nessa temporada.

As mudanças mais significantes da primeira temporada para cá é somente a saída de Ellis (o personagem mais odiado do mundo), Frank e Leo (marido da Julia e o filho de Julia) e Dev (namorado de Karen). Normalmente, a coisa mais fácil seria tirar todo mundo da jogada e isso na verdade foi feito somente com Dev, que se despediu da série por meio de uma carta jogada no lixo. O motivo da saída de Frank foi o mais absurdo possível, dentro da categoria ‘previsível’, afinal ‘olho por olho e dente por dente’, ou nesse caso, Pikachu e pavão. Poderiam ter simplesmente voltado com o plot ‘não consigo te perdoar’ ou até o novo plot ‘não consigo te perdoar por ter contado sobre nosso caso para todo mundo mesmo que estava na cara o que estava acontecendo’. Poderiam ter finalizado a presença do personagem só com algo menos dramático.

Alguém que realmente não sabe o que é ser menos dramático é Karen, que realmente vai continuar com sua perseguição contra Ivy, mesmo que esteja na cara que ela já está querendo ganhar de outro. Uma competição (ou, para ser mais dramático, uma guerra) entre as duas sempre será algo recorrente, e o fato de Derek ter começado a ter sentimentos por Karen é só uma das várias coisas que ajudam para essa recorrência. Não entendo porque vão continuar com Karen fazendo mimimi e fingindo que é do bem sendo que na primeira oportunidade já deixou claro que não queria ver Ivy novamente. É muito mimimi para uma só pessoa.

Isso tudo não conta, porque Bombshell está sob investigação, já que Jerry basicamente não quer deixar a ex mulher ser feliz, mesmo que seja óbvio que ele ainda a quer de volta e essa necessidade de atrapalhar com os planos de Eileen é só uma fachada para ele aparecer em restaurantes aleatórios para ganhar um drink na cara, como sempre. É um ritual delicioso que deveria ser repetido sempre.

Julia morando com Tom me faz ter #Will&GraceFeelings, e essa pode ser a melhor ideia que os roteiristas tiveram ou a pior. Ainda não dá para saber, mas se o plot de Julia essa temporada for somente tentar fazer os críticos calarem a boca, não há muito espaço para crescer.

Por outro lado, ao colocarem Karen como protagonista MESMO também é um tiro no pé, porque a garota é cheia de mimimi e ingenuidade, mas os roteiristas perceberam isso e decidiram colocar uma Rebecca Duvall 2.0 que realmente sabe cantar para animar a bagaça, porque é óbvio que só com Karen o show não iria para frente.

Não sei ainda o que pensar sobre o novo boy magia da série, que fica irritado com clientes que passam das 2 da manhã porque ele quer ensaiar seu musical imaginário. Novos personagem com certeza precisam ser introduzidos, mas eles deveriam ser, pelo menos, introduzidos dentro do cenário já estabelecido. 

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe