Community 4x01: History 101

quinta-feira, fevereiro 14, 2013



“Porque mudanças são sempre assustadoras.”


Essa frase reflete bem todo esse primeiro episódio dessa nova fase de Community. Não só pelo fato de a temporada ter começado com muitos meses de atraso e sob novos cuidados. De uns tempos pra cá, Community tem sido uma bela montanha russa emocional para os fãs, por vários motivos. Motivos, esses, que estiveram na mídia durante o ano todo, e vão ser brevemente citados aqui.
Agora vamos ao episódio e às mudanças:

Logo quando “Troy and Abed back from Summer” entram na famosa sala do grupo de estudos, uma plateia alucinada aplaude. Nessa hora, já fico preocupado. Na minha opinião, foi uma puta sacada dos novos responsáveis, esse lance de assustar quem tava sabendo que a coisa ia mudar um pouco, usando um recurso que nunca foi ligado à série. Me assustei.

Hora da informação: É sabido até um tempo atrás que Dan Harmon, o gênio por trás de Community era a força que segurava a série no formato que sempre teve, indo contra os fodões da NBC, que queriam “uma comédia mais acessível à grande massa” não tá mais no cargo de showrunner da série, e isso pode causar muitas mudanças. (Se você quer uma informação mais atual, pesquise. Não sei nada além disso sobre esse assunto.)

 Voltando ao episódio. Durante as apresentações dos personagens, surpresa: No lugar de Chevy Chase, temos um Fred Willard interpretando o Pierce. Mais uma vez, fiquei bem assustado. O lado bom, é que isso tudo tá na mente do Abed. Ótimo. Menos mal.

Aliás, continuando no assunto Pierce, é bem visível que o esforço desse episódio em mostrar o Pierce como um boçal desnecessário é muito maior que o das temporadas passadas. Mais uma mudança. Sutil, mas ainda complicada.

Se você não sabe, Chevy Chase, o cara que interpreta o Pierce e um dos criadores da série, decidiu bancar o Charlie Sheen e iniciou uma campanha de desaforos de todos os tipos contra a galera de Community, tanto atores quanto bastidores. Não tenho certeza sobre o motivo (mas acho que foi por causa do tamanho da multa de quebra de contrato), o cara não foi chutado da série.

Acontece que não são essas, as únicas mudanças vistas. Avaliar a partir de só um episódio não vale, então vamos ter que esperar. O episódio, em síntese, foi bom e teve um ritmo tranquilo e bacana.
É interessante a forma com que, o tempo todo, eles usam metáforas sobre mudança e aumentam a sincronia de sentimentos do expectador com o episódio. Uma forma melhor ainda, foi colocando o Abed na pele do expectador com o lance do Lugar Feliz e usando a metáfora do último ano da faculdade.

P.S 01: Uma cena que reflete um pouco a forma com que a série tá se abrindo mais para um público mais “the big bang theory” é a cena do Inception do Abed, entre os Lugares Felizes da mente dele. Perceba que rola um pouco daquele lance de “fiz a piada, mas agora vou te explicar”, que costumava ser desnecessário nas temporadas anteriores.

P.S. 02: Acho que não gostei de nenhuma cena mais do que da cena do começo, em que todos estão experimentando um visual mais indie e a piada sobre essa galera hipster rola solta.

P.S. 03: Esse fim com o Chang ressurgindo foi... Intrigante.


E vocês? O que acharam desse episódio? O que esperam dessa temporada? Paguem meu salário comentando e concorram a um abração virtual.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Maria José Tagarrosábado, 16 fevereiro, 2013

    Achei bem fraco. Não fiquei nada empolgada p/ ver o próximo episódio como acontecia nas temporadas passadas... Vou dar mais uma chance à série e assistir o 2º, mas se não gostar e quase não rir como nesse, abro mão.

    ResponderExcluir
  2. Também achei que a saída do Dan Harmon foi sentida. Não vou dizer que o episódio foi ruim, mas, com certeza não foi bom. Já assisti ao segundo episódio, definitivamente não sei se vou continuar com Community.

    Uma pena, era uma das minhas comédias favoritas. Community tinha uma identidade tão única e isso foi perdido.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe