Community 4x02/4x03: "Paranormal Parentage" / "Conventions of Space and Time"

quinta-feira, fevereiro 28, 2013


Uma review dupla, porque cada episódio só merece meia review.

É muito triste quando, ao fim de episódio de uma comédia ótima como Community, a reação antiga de suspiros e excitação tenha se transformado numa mescla de suspiros e decepção.
E é isso o que aconteceu no fim desses dois últimos episódios.
Por motivos citados na review do primeiro episódio dessa temporada, Community tem seguido um caminho de autodestruição que vem magoando bastante os fãs da série que chegou a estar entre as comédias mais geniais já vistas.

O segundo episódio da temporada é bem fraco.
É um plot meio Scooby-Doo, em que os caras têm que achar uma caderneta do Pierce pra tirar ele de uma sala de seguranzZzZzZ...
Acontece que, tudo que a gente vê nesse episódio, já foi visto em centenas de outros besteiróis de baixo orçamento etc. e falta o “Fator Community”, que geralmente existe em situações desse tipo, em que a parada é totalmente comum e eles transformam numa coisa fantástica.
Uma coisa que valeu a pena nesse episódio, foi a manjada da Britta em fazer o Jeff desabafar sobre o pai e os minutos finais, em que você vê que as luvas que ele usou durante o episódio eram do cara. Além disso, vêm os últimos segundos, com o Jeff pegando o número do cara e discando. Pena que não deu pra ver a conversa.
Resumo: 2 minutos aproveitados de 23 minutos de episódio. Complicado.


O terceiro episódio foi um pouco mais complicado. Não sei se pro bem ou pro mal.
Esse episódio, também um pouco fraco, consegue ser melhor que o anterior. Inspector Space-Time é uma paródia de Community bem-fundada de Doctor Who.
Acontece que, nesse episódio, eles fazem uma crítica ótima ao processo de americanização das séries britânicas, deixando tudo mais acessível à massa e fazendo os fãs odiarem.
Essa parte da crítica ficou muito massa, porque de um lado você tem o Pierce, representando as emissoras americanas e, de outro, você tem a Shirley, representando os fãs das britânicas.
Acontece que: Community tá passando exatamente por essa fase. O Pierce é a emissora e a galera Cult de TBBT dizendo que “é bacana porque é bem explicadinha” e, do outro, a Shirley representando o Dan Harmon, que não subestima a audiência etc.

O lado ruim dessa autorreferência é que a série tá falando mal de si mesma. É a continuidade desse processo de autodestruição que venho comentando de vez em quando. Não consegui entender qual foi a jogada, mas não curti.

Pra terminar essa review, quero levantar uma polêmica: Sheldon está para The Big Bang Theory, assim como Abed está para Community. Nesse terceiro episódio, é perceptível um aumento na semelhança entre os dois.
Se os dois acabam ficando iguais, as duas séries ficam iguais?
E mais: Essa “Sheldonização” do Abed é coisa da minha cabeça, ou vocês também tão vendo isso? Paguem meu salário comentando. Até a próxima.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Priscila Farias Carvalhoquinta-feira, 28 fevereiro, 2013

    Abed entende e tem sarcasmo. Sheldon não. Apenas isso. Até que curti Conventions of Space and Time. Torcendo para que Community melhore.

    ResponderExcluir
  2. Pra mim a única semelhança é o fato de ambos terem personalidades fora do normal. Sem dúvidas que Abed é o Sheldon de Community, mas não vejo tantas semelhanças entre eles não.


    Só sei que, embora o terceiro episódio tenha elevado um pouco o nível, Community ainda precisa melhorar muito pra voltar a velha forma.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe