Shameless 3X05/06: The Sins of My Caretaker / Cascading Failures

quinta-feira, fevereiro 28, 2013


Frank Gallagher apronta e todos pagam o pato!

E para vocês que estavam muito ocupados ou com preguiça de cumprir tabela semana passada não se preocupem, não perderam  nada em Shameless. A história foi a mesma essa semana só trocaram o lado do vinil. Pega os dois episódios juntos e realmente dá um bom episódio, mas dividido em dois confesso que ficou tudo um pouco arrastado, como a grande sacada de passar o episódio inteiro igual cachorros procurando osso no jardim, tenha paciência. Mas enfim, a premissa foi que todas as cagadinhas que Frank vai fazendo com o decorrer do tempo, a gente sempre acha que não vai dar em nada, mas uma hora acaba sempre tudo vindo à tona. E isso somado à ótima imagem que Frank estava para com a família, desde o fim da outra temporada, deu um bom reboliço e pano pra manga nesses dois episódios.

O primeiro episódio girou basicamente todo em torno da escavação no jardim, que realmente rendeu bons momentos, como Frank fazendo o Carl de gato e sapato e simplesmente do nada dizendo que o menino estava curado e que podia trabalhar com ele, coitada da criança. Também foi muito engraçada a parte dele mandando a conversa fiada de que o tesouro da mãe estaria escondido no jardim... Sério, vivo para ver esses momentos de Frank sambando na minha cara sem a menor piedade. Cerveja vai cerveja vem, e nem toda a pressão de Fiona do mundo fizeram com que Frank conseguisse terminar o trabalho. O jeito foi reunir todo mundo e começar a escavação coletiva. E aqui faço uma breve aspas para falar do chato dilema de Steve ao descobrir a homossexualidade do pai, tenha dó! Fiona estava revirando os olhos e eu também. Achei ótima a cena em que está todo mundo trabalhando e ele vem com o mimimi dele e a namorada dá uma bela de uma patada nele. Mereceu! E toda essa história dele chifrando ela com Estefania hein? Estou pagando para ver aonde isso tudo vai dar.


Partindo para o próximo tópico, Ian, que assim meio que do nada resolveu ter milhares de plots na série e tudo meio que corrido, um atrás do outro. Começamos com toda a história lá do pai do Steve querendo que ele retirasse os seus pertences da casa. E como sempre está procurando uma desculpa para ficar próximo de Mickey, o rapaz não pensou duas vezes e o chamou para o serviço, e mais! Ainda mandou na lata o motivo pelo qual ele também gostava de Lloyd... "Porque ele não tem medo de me beijar"! Amém! Nossa como foi catártico isso! Finalmente tomando uma posição e encostando o namorado na parede, o que resultou em nada mais nada menos que em uma das cenas mais fofas de toda a série, antes de tomar uma bala no cú, Mickey voltou e deu um beijo em Ian. Não foi um mega beijo, mas quem se importa?

Continuando a história do casal mais enrolado da série, sim, porque teve pano-pra-manga, como Paul Abott está sempre sambando na nossa cara não podia deixar agente curtir os meninos bem resolvidos em paz, tinha que colocar uma desgraceira no meio. Ian e Mickey estavam tão bonitinhos em casa, curtindo a vibe casal, vendo filme do Van Damme, tinha que mexer? Não só mexeu, como proporcionou uma das cenas mais fortes da série até hoje, entre a surra que o pai de Mickey deu nos dois e o momento em que ele obriga o filho a trepar com a prostituta eu senti tudo, um misto de nojo e revolta, meu estômago embrulhar. É impressão minha ou Shameless está pegando bem mais pesado nas cenas de drama essa temporada? Sério, me vi quase chorar com a cara que Ian fez com toda aquela situação. Mas do que estamos reclamando né? Estou a mais de um ano aqui no mimimi que o personagem não recebe um plot decente... Pronto está aí! Vocês queriam Paul Abott deu!


Vamos falar aqui também sobre Fiona e as crianças, porque a série mais do que nunca tem preparado o terreno e estreitado os laços entre eles para culminar na segunda parte da temporada, em que a irmã mais velha muito provavelmente irá conseguir a guarda dos irmãos. E toda a história do serviço social, ao invés de separar só serviu para unir muito mais todos eles. Ver Fiona chegar e encontrar aquela casa vazia foi realmente de cortar o coração. Porém ela não se deu por acomodada e foi atrás de saber aonde os irmãos estavam, e todos os encontros foram muito bons: ela encontrando Lip e Ian, abraçando eles, Frank pedindo o seu abraço também, depois a cena dela indo visitar Carl e Liam e o último com a maior fofura do universo apontando para o seu desenho na parede, e claro Debbie que desde o incidente na piscina que vem amadurecendo assustadoramente e estreitando os laços com a irmã. A cena delas duas sentadas na escada, Debbie se fazendo de durona e Fiona dando uma gotinha de chocolate para ela foi realmente muito fofa.

E por falar em Debbie, é visível como a menina vem ganhando personalidade de uns episódios para cá, o plot da vingança da piscina foi sensacional e ela chegando em casa e completando aquela cena catártica do final do quinto episódio, foi realmente sem palavras. Vamos falar então da épica cena do final do outro episódio? Fiona finalmente conseguindo achar o bendito do osso, aquela menina de pênis descendo de batom vermelho para a sala, aonde estava acontecendo uma cirurgia bizarra de fundo de quintal em bandido... Sério, quando a japinha foi se aproximando da casa foi me dando um nervoso tão grande, mas tão grande, que levantei da cadeira e comecei a sacudir os dedos. E aí no meio de toda aquela situação constrangedora, chega Debbie e solta: "Nobody F**K with Debbie Gallagher", afoguei aquela vadia até ela desmaiar! Muito épico! Como não amar essa série?


Não posso terminar a review sem falar de Lip e Carl também. O mais novo tem me proporcionado altas gargalhadas com toda a pira que ele está com os gays. Cada frase de curiosidade que ele me solta é motivo de risos, como ele perguntando para Lip aonde as salsichas dos gays iam, e toda a explicação sensata do irmão, ou a cena em que ele fala lá para o casal que um deles sai com o pinto cagado do rabo do outro, ou colocando o filme porno para assistir... Sério! Carl é o melhor! Já Lip pelo que eu vejo está realmente conseguindo acertar as contas com o seu passado, aquela ligação dele para Karen foi de cortar o coração, mas não comprei nada. O dia que essa menina aparecer de novo vai fazer um reboliço na vida de todo mundo que não quero nem ver, no melhor estilo "Monica". Ah, e apesar de não gostar de Mandy, devo confessar que a cena dos foguetes beirou a perfeição, só seria melhor se fosse com Karen.

E por último claro, vocês não acharam que eu iria terminar a review sem falar dela, que é a personagem mais suculenta da série? Sheilinha parecia praticamente uma madrinha de bateria nesses dois últimos episódios. Toda a história lá dela confessando suas intimidade sexuais para a freira e a mesma postando tudo na internet foi sensacional. Palmas lentas para Abott. Mais épico que isso só poderia ser mesmo ela se unindo aos Gallaghers em uma de suas tramoias, e ela vestindo aquela peruca para se passar por mônica foi incrivelmente épico. Toda a dinâmica na aula de pais... Muito divertido, Shameless se superando a cada episódio que passa. Mas parece que no fim das contas não adiantou de muita coisa todo o esforço de Frank para limpar a sua barra, Fiona acabou descobrindo que tudo não passava de culpa dele, e juro para vocês que eu vi ódio na cara dessa menina quando descobriu! Agora o jeito é esperar e ver no que esse reboliço todo vai dar. Ficamos desde já na torcida para que Fiona finalmente consiga adotar os seus irmãos.

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Parece que Shameless resolveu que era hora de escandalizar. Desde de Helpful que a série vem mostrando um nível de escrotice sem igual, com sindicato das boqueteiras, desenterro de defunto e até menage em família! A única coisa que não gostei foi ver dois plots que poderiam ser bem explorados terem simplesmente desaparecido: O "cancer" de Carl e o menino-menina, já o primeiro eu espero que apareça como trunfo de Fiona para ganhar a custódia dos irmãos (imagina Carl depondo e Frank tendo que dar explicações).

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe