The Vampire Diaries 4x12: A View to a Kill

quinta-feira, fevereiro 07, 2013




Bonnie Boca Torta versão revolts.

Sem dúvidas a Expressione foi a melhor coisa que aconteceu esse ano para Bonnie. Aliás, não só esse ano, mas em TODA A VIDA DELA, porque a chatice dela é tão demente que fica até difícil encontrar um ponto alto na existência da safada.

Ela basicamente ficou brava com o Papa dela por ele cancelar o BAILE! Se fosse Barbie Klaus, entenderíamos, afinal ela ama um bom baile, mas nunca consegue ir em um, agora Bonnie, gente? Ela não consegue divar igual Barbie Klaus em eventos sociais e provavelmente passaria a noite inteira tentando tomar um ponche, mas ninguém vai deixar isso acontecer, afinal ninguém quer uma Bonnie bêbada.

Além disso, conseguiram arrumar uma forma muito idiota para atrapalhar o plano de todo mundo (pelo menos no começo), trazendo Vampbruxa de volta, Abby, a melhor mãe do mundo. Não entendo mesmo como ela apareceu (onde Papa conseguiu o telefone?) e o motivo disso. Ela nem se importava antes e não se importa agora, então tenho certeza que ela só apareceu para tentar reatar com o ex marido, mas quando ela viu que ele também se tornou tão agradável quanto sua filha, ou seja, um chato da porra, ela broxou totalmente.

Damon ficou preso o episódio inteiro, e se Elena não estivesse tão ocupada com o irmão, esperava uma visita conjugal. Felizmente ele já voltou à ativa, porque nesse episódio tivemos uma overdose de Stefan e até Rebekah decidiu que daria a adaga só para ele ir embora. Ela começou o episódio toda trabalhada na desconfiança, falou também que se sente entediada e por isso que se importa tanto com bailes, mas a verdade é que ela obviamente NUNCA consegue ir ao baile e felizmente ela pode ticar isso da lista de coisas para fazer antes de morrer (!!!), mas como ela teve essa experiência com Stefan, não se deve achar que foi uma boa experiência.

Afinal, se Stefan está bebendo e sendo sociável, algo está errado. Ainda bem que ela percebeu no final do episódio, mas até aquele momento ela estava sendo trollada, novamente. O problema é que passaram aquele tempo todo mostrando os dois, para que no final, nada de importante acontecesse. Ou seja, Rebekah sabe que não é porque alguém te dá um macaquinho que você confia nele cegamente.

A estrela do episódio, na verdade, nem foi o peitoral de Jeremy e sim, KOL, o irmão mais novo de Klaus, que precisa urgentemente entender que não há necessidade de ameaçar as pessoas sendo que você consegue acabar com elas em menos de um minuto. Foi muito, muito fácil acabar com Kol, muito mesmo. Jeremy não é um caçador tão bom assim e suas habilidades são questionáveis, e Elena, vou nem comentar, 
né?

Falando em Elena, estava esperando uma pessoa SUPER RAIVOSA ao perceber que Stefan já tirou o atraso com outra. Tudo foi amenizado porque Damon estava perto e ela não queria parecer uma louca logo no reencontro deles.

Mas no geral, foi um episódio bom e que finalmente deu uma empurrada na busca pela tal ‘cura’. Não há dúvidas, porém, que demoraram demais em apresentar um episódio impactante que tinha algo a ver com o arco central da temporada, que por sinal, também está tão mal desenvolvido que parece que cada dia os roteiristas acordam e escrevem qualquer coisa, no melhor estilo bipolar de ser.

Breves comentários sobre o 4x11:
Sinceramente, onde clica pra colocar Rebekah em como de estaca branca só para quando ela voltar, resolver dar uma de diva? Aliás, diva ela sempre foi, mas Barbie Klaus quer mostrar que consegue também seguir outra profissão – a de conselheira matrimonial. A loira parecia uma psicóloga mesmo, só faltava colocando o povo no divã, naquele melhor momento Casos de Família do episódio. E agora April finalmente descobriu onde estava sua BFF e MESMO ASSIM ainda não faz nada na série. Nem morrer direito ela morre, ou seja, está se transformando na Elena 2.0... Matt, cuidado.

Falando em Matt, como não rir do personagem tentando brincar de lutinha com Jeremy Bombadão? Uma coisa estranha, porém, é ver Jeremy agindo normalmente perto de Damon, sem vontade de matá-lo. Sei que ele parou com esse sentimento para cima de Elena, mas mesmo sendo Damon o dono das calças de Elena, ele ainda é diferente e ele ainda é vampiro. O melhor de tudo isso foi o super bromance que aconteceu DO NADA entre Damon e Klaus... Klamon obviamente vai pegar e, aliás, eles já devem estar se pegando. 

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe