Girls 2X08: It's Back

sexta-feira, março 08, 2013


Mais travado que o livro de Hannah.

Depois de vários episódios focados em personagens específicos, Girls faz um episódio "all over the place", muito morno, e simplesmente não agrada. Depois de uma sequência de episódios que significaram muita coisa para a série, parece que "It's Back" foi encaixado no panorama apenas para dar uma continuidade a série, nos situar numa linha de tempo da ocorrência dos eventos e amarrar as pontas que estavam soltas. E logo a primeira impressão que tive foi de que passou um bom tempo desde a reuniãozinha na casa de Hannah no início da temporada, bem como Shosh disse "All the Summer".

E ao que parece com toda a pressão acrescida em cima da protagonista com o deadline para o seu livro, alguns problemas do seu passado retornaram, como o seu TOC. As cenas de Hannah contando as coisas realmente foram bem divertidas, a que Adam liga para ela então... Foi impagável. E parece que como um clique os pais da moça já reconheceram no comportamento dela que a sua doença tinha voltado. É incrível que quando finalmente o psicológico de Hannah resolve dar uma chance ao seu crescimento como pessoa, é aonde o seu subconsciente começa a funcionar, provando que trata-se de um problema muito maior que apenas um capricho da personagem. Acho brilhante a forma como que Lena conduz esse, que é o arco principal de toda a série, e como que a cada momento que passa vamos ganhando novas densidades e nuances para o problema.


Já Adam após retirar para si o seu próprio tempo de auto-piedade e reestruturação, pela perda de Hannah (o que na minha opinião representa um respeito muito grande por si próprio), finalmente resolveu seguir com a sua vida. E após uma sessão de catarse no AA, que foi bem incisiva sobre Hannah e revelou muito sobre o seu estado de espirito ao mesmo tempo, parece que o rapaz encontrou uma bem feitora, um tanto que ... afobada! Mas parece que ela já tinha esse "feeling" de que a conversa entre sua filha e Adam iria ocorrer naturalmente. Fiquei muito feliz ao ver a presença de Shiri Appleby no episódio, me simpatizo muito com a atriz, e sinceramente espero que tudo resulte em um arco agradável e menos pesado para Adam. 

Marnie ao que tudo indica, continua sendo o elo mais fraco da história. Se parar para prestar atenção, a personagem não evoluiu em nada durante essa temporada, em nenhum quesito. E o mais irritante dessa vibe  é que ela não é igual á Hannah que é inventiva e criativa, e fica igual uma mosca morta, episódio após episódio, sem tomar nenhuma atitude na vida, esperando que as coisas caiam do céu para ela e admirando o crescimento das outras pessoas enquanto isso. Mas confesso que todo esse avanço profissional de Hannah e Charlie foram bem cruéis com a moça em relação a fase que ela vive. O que de forma alguma é justificativa para ela cantar! WTF?! Fiz a mesma cara que Ray, mas não para a personagem, mas para o roteiro. Que história sem pé nem cabeça, nunca antes mencionada... Marnie perde personalidade a cada episódio que passa, e está encaminhando para se tornar a coisa mais avulsa da série atualmente.


E então vamos lá né, falar sobre o momento que todos esperaram. Após tratar a dificuldade do desenvolvimento de um relacionamento entre Ray e Shoshanna de forma muito suave durante toda a temporada. Parece que o casal vai ganhar uma repercussão maior nessa reta final. Toda a cena do parque com a amiga de Shosh, foi muito divertida, e mais uma vez mostrou claramente as disparidades que existem entre o casal. Lembro de ter rido muito na cena em que Ray fala para ela parar de falar fazendo aspas com os dedos e que pantomime é uma fuga para as emoções. Sério, os diálogos desses dois são sempre impagáveis. E bem repressores por parte de Ray, que claramente exige uma maturação muito rápida por parte de sua namorada que, querendo ou não, é uma década mais nova do que ele.

E a amiga indiana de Shosh? Não sei nem por onde começar. As minha reações eram sempre as mesmas de Ray e quando ele falou que a menina quase fez ele chorar, chorei aqui antes dele. Toda a onda "vintage", os patins, a festa medíocre... Sério, em quantos níveis essa menina era um erro? Mas Shosh sentiu essa necessidade latente de voltar a interagir com o mundo e foi na festa. E quando você menos espera está ela tampada com o porteiro do prédio, que bem ou mau se personificou como o completo oposto de Ray e tudo o que Shoshanna precisava naquele momento. Uma coisa bem marcante que eu notei, foram os elogios à menina, coisa que quase nunca vejo o namorado dela fazendo na série, muito pelo contrário, só faz críticas incisivas à sua personalidade o tempo todo... Era natural que uma hora ou outra ela quisesse descobrir um mundo melhor e mais fácil que o seu relacionamento com Ray. No mais é isso, vi muita gente surtando com a cena, então fiquem com essa bomba:


Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe