Defiance 1x01: Pilot

terça-feira, abril 02, 2013


Um piloto com gostinho de quero mais.
Tive o prazer de assistir hoje, em primeiríssima mão, o piloto da mais nova série do canal Syfy: Defiance. A série se passa no futuro, onde o planeta Terra foi completamente transformado e dominado por sete raças alienígenas (chamados de Votans). O planeta não é mais como nós um dia conhecemos e, não preciso nem dizer, humanos e alienígenas não se dão muito bem nessa nova Terra.

A história é focada em Joshua Nolan, um humano que lutou na batalha contra os Votans (um dos "desafiadores"), e Irisa, uma alien da raça Irathient que é adotada quando criança por Nolan. Os dois tem uma relação muito bacana e esse é um grande ponto positivo que eu percebi na série: os personagens tem uma ótima química. Enfim, Nolan e Irisa tem como objetivo chegar até a Antártica, onde dizem ser o paraíso. Como eles precisam de muito dinheiro para conseguir chegar lá, os dois vão até uma nave em busca de uma esfera valiosa. Nesse processo, Irisa é ferida por um motoqueiro fantasma sim, você leu direito e eles acabam sendo resgatados por habitantes da cidade Defiance.

A cidade Defiance fora nomeada em homenagem aos tais desafiadores e é uma das cidades - se não a única - em que os Votans e humanos vivem em harmonia. Além disso, a cidade é protegida por uma grade eletrônica que impede qualquer um de entrar em Defiance sem autorização.

Lá, conhecemos vários personagens interessantes, como a prefeita Amanda Rosewater - interpretada pela nossa queridíssima Julie Benz -, Datak e Stahma Tarr, Kenya, a irmã prostituta da prefeita, e Nicky Riordon, a ex-prefeita e mentora de Amanda. Conforme fomos entrando nesse mundo de Defiance, não pude deixar de me lembrar de Game of Thrones (uma versão Sci-Fi, claro). Achei que elas tem elementos parecidos, apesar de não saber exatamente quais.

Adorei a dinâmica de Nolan e Amanda e um possível e provável triângulo amoroso entre eles e Kenya. Pode até ser clichê, mas aposto que vai render uma boa história. Os Tarr são um dos vilões da série e acho que eles tem grande potencial. Por mais que todos da cidade pensem que o filho da puta é Datak, tenho certeza que sua mulher vai sambar na cara de todos, inclusive do marido.

Não sou grande fã de séries desse gênero, principalmente quando tem um monte de bicho estranho e vocabulário inventado como tem em Defiance, mas a trama foi bem desenvolvida e as perguntas foram sendo respondidas aos poucos, fazendo com que todas as cenas prendessem nossa atenção e com que eu ignorasse o extremo da ficção científica que me desagrada. Mesmo sendo um episódio de duas horas, não me cansei nem um pouco. Fiquei apenas sem saber se a série conseguiria encontrar um bom plot para ser desenvolvida e manter-se nesse bom nível, mas felizmente o final do piloto é de surpreender a maioria e nos faz querer saber mais sobre a história. Sendo assim, acho que podemos manter altas expectativas.

A estréia mundial acontecerá no dia 16 de abril, às 20h, no canal Syfy e irá ao ar todas as terças-feiras, às 21h.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. não pude deixar de me lembrar de Game of Thrones (uma versão Sci-Fi, claro). -OPA, me interessei...

    ResponderExcluir
  2. Até deu vontade de conferir, Geovana!

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe