Greys Anatomy 9x23: Readiness is All

segunda-feira, maio 13, 2013



Cara Shonda Rhimes, venho por meio desta suplicar que a senhora não estrague este momento incrível de Grey’s Anatomy com mais um de seus devaneios.

Grato.


O que foi isto? A season finale era esta semana e ninguém me avisou? Sensacional. Com o melhor episódio da temporada, os roteiristas de Grey’s Anatomy capricharam e elevaram a carga emocional da série à última potência. Dificilmente conseguirei expressar tudo o que senti durante o episódio, que começou como quem não queria nada e foi aos poucos surpreendendo e me deixando alucinado. Com a nona temporada da série, Shondalinda deu aula de como se redimir e recolocar uma série tão veterana de volta aos trilhos. Só temos que ficar na torcida pelo o que ainda nos espera, já que, até o penúltimo episódio da temporada passada as coisas também iam muito bem e a gente sabe muito bem o que aconteceu depois.

Para começar, é bom falar do quanto eu amo a Mousey, a interna mais estranha e cativante de todo o hospital. A menina até agora não ganhou um plot sequer e por enquanto serve apenas como um ótimo alívio cômico para a série através de toda a sua bizarrice. Em meio a tantos dramas e tragédias, é sempre bom poder contar com alguém tão naturalmente divertida e simpática. Brooks é uma personagem tão carismática e vem tão bem que consegue deixar até o Derek mais divertido. Já fico na torcida para que a moça continue firme e forte na série e consiga crescer cada vez mais.

As coisas começaram a ficar sérias no episódio com a surpresa para Kepner, que foi pedida em casamento por Matthew num flash mob fantástico e completamente inesperado. Diferente da grande maioria das pessoas, eu realmente gosto da April, principalmente quando ela deixa a chatice da virgindade de lado e se dedica aos seus pacientes. Já estava reclamando sem parar de Owen, que insistia em deixar a doutora longe das cirurgias sem um motivo minimamente coerente, porém tudo era parte do plano de Matthew, que colocou o hospital para dançar num momento antológico dentro da série. O pedido de casamento foi tão legal que o cara conseguiu ganhar muitos pontos com o público e já não sei mais o que pensar em relação ao romance de April e Avery. Tudo ainda leva a crer que os dois ficarão juntos eventualmente, mas a partir de agora Matthew vem despontando como a pessoa ideal para ficar com April.

Karev simplesmente deu show no episódio, provando de uma vez por todas que seus dias de bad boy chagaram ao fim. O roteiro fez todos nós cairmos como um patinho na arapuca de Shonda, que sambou mais uma vez na nossa cara com o plot de Jo ter deixado o namorado mala em estado grave. Fiquei aliviado de saber que Karev não fez nada contra o babaca e que ainda acabou salvando a sua vida. Sua estratégia para livrar a cara de Jo foi sensacional e só o Derek é idiota o suficiente para não aplaudi-lo de pé. A cena final entre Alex e Jo também foi muito poderosa e emocional. Por um momento, achei que a árvore que invadiu a sala deixaria o Karev entre a vida e a morte e fiquei muito feliz ao saber que tudo não passou de mais uma pegadinha da maldosa Shonda.

Com a ajuda da maravilhosa Brooks, Cristina acabou conseguindo fazer o improvável e o pai de Ethan finalmente acordou. Infelizmente tudo pegou Owen de surpresa, já que ele já estava convicto que está destinado a criar o menino. Apesar deste plot ter ficado um pouco óbvio, gosto muito da construção da história entre Owen e Ethan e como o personagem conseguiu ganhar carisma ao se envolver com o menino. Tudo leva a crer que a tempestade irá dar uma nova reviravolta para esta história e que Cristina terá que aceitar a adoção se quiser manter o amado ao seu lado. Engraçado como o roteiro consegue me fazer torcer para que o pai de Ethan morra para que Owen finalmente consiga construir a família que ele tanto sonha.

Feliz dia das Mães para Meredith, que esteve espetacular durante todo o episódio. É impressionante perceber como a personagem cresceu e já é capaz de aconselhar Owen com a sua experiência de mãe. Com a protagonista, tivemos mais um momento em que Shonda nos provou estar virada no Ivo Landa, derrubando Meredith da escada e me fazendo acreditar que a desgraça começaria.  Com a sorte que Meredith costuma ter, era óbvio que sua bolsa estouraria durante a tempestade, o que trará muitas emoções para o final de temporada. Apesar da gente ter que se preparar para qualquer coisa, duvido muito que Shonda tenha a ousadia de colocar mais uma tragédia na vida da personagem. #LeaveMeredithAlone
Arizona continuou flertando sem parar com a Peyton e acabou se aproveitando de um queda na energia elétrica para dar uma puladinha de cerca. Muitos fãs estão revoltados com a traição de Arizona e eu não sei ao certo onde eu me encontro nesta história. Amo Callie e acho muita sacanagem com ela, porém, mesmo eu não gostando muito da Arizona, não fiquei com raiva e até entendi um pouco o lado dela. Não sei o que a season finale reserva para Arizona e sua amante, mas me agrada a possibilidade de ter a Dra. Peyton durante a próxima temporada.

Resumindo, Grey’s Anatomy começou a sua season finale com uma semana de antecedência e tudo no mais alto nível. Consegui sentir em alguns momentos um clima de primeiras temporadas e fico impressionado com o talento dos roteiristas, que ainda são capazes de criar momentos marcantes que ficarão na nossa memória por muito tempo. Agora, só podemos esperar para que a season finale não exploda uma temporada tão sólida. Posso dizer que estou confiante na caminhada rumo à redenção de Shonda.

Que venha a tempestade.

PS: Gosto muito da música tema do flash mob “I’m Gonna Be (500 Miles)” da banda The Proclaimers, sendo que eu acabei conhecendo esta música em How I Met Your Mother e desde então ela é figurinha carimbada em meu iPod. O que me surpreendeu foi ouvir uma nova versão da música completamente lenta feita pela banda Sleeping At Last e que serviu como uma excelente trilha para os minutos finais e mais tensos do episódio. Parabéns a todos os envolvidos. 

Talvez Você Curta

1 comentários

  1. Esse episódio só me faz lembrar mais ainda o por que d'eu gostar tanto de Grey's <3

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe