Men at Work 2x05/2x06: The Good, the Bad & the Milo/Tyler the Pioneer

sexta-feira, maio 17, 2013


Uma mistura de frango com demissões, mães, ex-maridos, The O.C. e uma pitada de One Tree Hill.

2x5 - The Good, the Bad & the Milo

Men at Work chega ao meio de sua 2ª temporada em ótima forma. A série inseriu personagens a sua narrativa e com isso eliminou as tramas desinteressantes. Se antes todos gostavam dos plots envolvendo Gibbs e Tyler e não davam a mínima para Milo e Neal hoje isso não ocorre mais. Amy agora se tornou uma personagem recorrente e auxilia Neal trazendo oportunidades de novas piadas. Enquanto isso Milo e seu relacionamento instável seguiam como trama central e “tema” das conversas dos amigos.

A partir de agora a série entra numa nova fase. O relacionamento do Milo acabou e isso me leva a crer que ela deve buscar novos rumos para finalizar seu curto segundo ano. As piadas continuam ótimas, e surgem, como já disse várias vezes, de situações normais do cotidiano. Relacionamentos, demissões, trabalho, almoço, programas de tv. Em Men at Work cada um desses temas gera ótimas piadas que fogem do forçado e até mesmo óbvio.

Dessa vez tínhamos Tyler com ciúmes do Gibbs pela forma com que ele era tratado pelo dono do estabelecimento onde eles almoçavam. Afinal Tyler conheceu o lugar primeiro e foi ele quem apresentou o tal ‘frango delicioso’ pro Gibbs. Enquanto isso Amy ensinava Neal a demitir uma pessoa.

A trama principal, onde todas as outras se interligavam era o Milo tentando terminar com sua namorada e ficar com a fama de “cara gente boa”. Os amigos logo avisaram que isso só é possível lá em Nárnia, mas ele insistiu em levar a missão à frente. O resultado foi um término desastroso, comprovando que em Men at Work a maioria sempre está certa.

A finalização das histórias pode parecer boba, mas é perceptível que o intuito da série é esse mesmo: uma comédia que faz rir, despretensiosa, mas sempre divertida. Não há um compromisso com as histórias, mas sim com o humor, canalhices, confusões referenciais e tudo isso que as comédias tanto amam. Men at Work ganha aí, ela sabe utilizar tramas bobas, criando situações bem humoradas e passando a bola para os ótimos personagens. E o resultado é sempre bom. Não tem erro.

2x6 - Tyler the Pioneer

Uma coisa é certa: Men at Work é um dos melhores sitcoms da atualidade. A série desempenha seu papel de comédia tradicional, e acerta ao não introduzir uma trama com continuidade ou com resquícios de drama. A única função da série é a de fazer rir, e ela a desempenha com maestria.

Sem precisar de muito, Men at Work apresentou um excelente episódio sobre disputa de escritório e pioneirismo em um relacionamento envolvendo mãe e ex-marido. Como venho afirmando, situações ordinárias sempre geram ótimas momentos pra série, que evita ao máximo piadas clichês (ainda que seja impossível fugir totalmente disso) e acaba caminhando pela estrada da canalhice, o que sempre funciona bem.

Este episódio não acerta só nas piadas, mas também na divisão de tramas. Estamos acostumados a ver nossos colegas se separarem e a partir daí surgem as situações cômicas, mas dessa vez tínhamos Milo, Gibbs e Neal numa única trama, enquanto Tyler dividia a cena com uma mãe (Bethany Joy Lenz, One Tree Hill) e seu ex-marido legal demais (Ben McKenzie, The O.C.).

A disputa no escritório se torna dinâmica (o que ajuda o plot a não se tornar cansativo). Tudo funciona bem graças aos flashbacks e a introdução de algumas “peças raras” do escritório. Quem aqui não conhece alguém que adora soltar um gancho pra contar uma história na maioria das vezes tediosa? Ou até mesmo alguém que adora comentar situações óbvias?

Enquanto isso, tínhamos Tyler mais encantado com o ex-marido da sua nova peguete do que com a própria garota. O resultado não poderia passar longe de término. A diferença é que Tyler acabou juntando o casal novamente.

Com tramas descompromissadas, Men at Work consegue trazer todo o foco para o seu lado cômico. É uma série fácil de assistir e que cumpre seu papel quando o assunto é diversão.

• Obs: Este episódio foi quase uma reunião de The O.C., afinal Ben McKenzie e Michael Cassidy atuaram juntos na série.

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe