New Girl 2x23: Virgins

quinta-feira, maio 02, 2013


Sobre Virgindade e Bizarrices.


Algumas semanas sem New Girl, e eu já não sabia o que fazer sem o meu entretenimento bizarro semanal.  Mas foi bom, pois além de nos prepararmos para os meses à fio sem a série, pudemos curtir esse ótimo retorno, que teve todos os elementos que mais curtimos na série, teve romance, bizarrices, muita vergonha alheia, e muita história engraçada. Isso além de termos sido presenteados com a participação especial de ninguém menos que Dylan O'Brien. Só mesmo New Girl para nos proporcionar momentos como esse. Que outra comédia em exibição, disporia de um episódio apenas para falar de como os seus personagens perderam a virgindade, e mais, de como foi tudo extremamente bizarro, assim como todos eles.

Vamos começar logo com a história de Jess, que eu já não me aguentava aqui de rir ao ver ela enrolando durante todo o programa para chegar na parte do sexo, que no fim das contas acabou chegando de uma outra forma. Mas sobre o seu passado o relevante não era contar sobre a experiência sexual em si, mas sim toda a luta que a "weirdo" passou para finalmente conseguir desabrochar. E que luta hein! É muito engraçado de ver como que as mulheres inteligentes sempre investem nos caras errados. O personagem do O'Brien, foi muito bem construído e foi  muito engraçado de ver o ator em cena. Desde que Nick critica o fato dele tocar violão, eu já sabia que algum "twist" parecido com isso estava por vir.


Mas a história não termina por ai e ainda nos rendeu momentos muito divertidos, como a cena em que ela pede para o menino rasgar o seu vestido, ou que ele se corta com a tesoura. A cena do bar foi uma comédia a parte, Jess perguntando para Cece qual tinha sido o primeiro bar delas em LA, e logo depois cortando para cena delas no bar do Nick, e mostrando os meninos na mesa e Jess reagindo com alguma coisa do tipo... "Coragem!" Também foi engraçado "Fat Schmidt" tentando chegar em Cece e sendo completamente ignorado. Agora, temos que concordar que nada supera você tentar perder sua virgindade dentro do castelinho no parquinho, não conseguir, e ainda ficar preso no mesmo.

Devo confessar que a história de Winston também foi muito engraçada. Mysteria e Octopussy realmente foram acréscimos bizarros à história do rapaz, mas o divertido mesmo foi vê-lo falando que não ia entrar na competição, já que a sua história era muito bonita.Curto muito ver as cenas que envolvem o pai de Nick e Winston também, é como se o menino acreditasse em tudo que ele pregasse, porque ele era a pessoa mais "cool" do universo. Isso tudo contraposto com o ranzinzo de Nick, deixa as coisas muito cômicas.  A sacada da história de Cece também foi muito boa, e delimita muito bem a linha diferencial entre ela e os moradores do loft... Ela não é estranha igual à eles. E Mick Jagger hein? É para ninguém colocar defeito.

 

Mas o prêmio de melhor história da noite e momento mais constrangedor na hora do sexo, sem dúvida alguma tem que ir para Schmidt, nosso garoto bizarro. parece que as minhas preces foram atendidas e estamos tendo overdose de "Fat Schmidt" nesse final de temporada. Toda a vibe do lubrificante, foi muito nojenta e engraçada ao mesmo tempo, mas o que eu não conseguia parar de rir mesmo era dofato de "Fat Schmidt" não conseguir levantar do chão. Tudo muito constrangedor. Lembro que no episódio passado comentei que queria ver um pouco mais de Schmidt e Elizabeth, e fico muito agradecido pelo roteiro ter investido nisso, acho a dinâmica dos dois, e o fato dela despertar o lado esquisito dele, bem bacana

Toda a pira de Nick chapado enxergando trolls no fim da cama e achando que a parede estava magnetizada também foi muito divertido. E por falar em Nick, ao que tudo indica, o rapaz soube esperar e teve a primeira vez mais normal dentre todos os amigos. E a vida é mesmo feita de primeiras vezes, e eu realmente gostei da atitude do rapaz se entregando ao momento e indo atrás do que ele queri... Jess. Dado o enredo do episódio, achei que o sexo iria ser ali mesmo no elevador, ainda bem que não foi. No mais é isso, o episódio além de ser muito hilário, acrescenta muito ao roteiro por revelar uma parte muito importante do passado dos personagens. Fora a dinâmica, as intervenções que eles iam fazendo no meio das histórias dos outros, deram um contraponto bem inteligente às histórias que estavam sendo contadas. Até semana que vem.

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe