Castle 6x01: Valkyrie

terça-feira, setembro 24, 2013




Richard Edgar Alexander Rodgers Castle, Sim!


SPOILERS ABAIXO:

Quatro meses de espera. Alguém já aguardou tanto por uma resposta a uma proposta de casamento? Bem, os fãs de Castle definitivamente irão dizer que nada foi mais longo...

Enfim, eis o cliffhanger da quinta temporada, a decisão de Beckett quanto a sua nova oportunidade profissional e sua resposta ao pedido de casamento proposto por Rick.

E durante esta longa “eternidade”, nada mais sugestivo e emocionante do que amenizar a ansiedade abordando inúmeras especulações. E foram muitas... Eu mesma já deixei aberto as minhas sugestões para o futuro da sexta temporada enquanto apresentava a Season Finale, e o que deveríamos aguardar desta première. Olhando pela janela do passado, tais expectativas parecem se apresentar tão distantes... Distantes e, em parte, erradas! É... Não nego que grande parte do que sugeri, foram puras especulações, daquelas que só Castle é tão expert em desenvolver...

Para começar, o primeiro “chute” sobre a oportunidade de trabalho de Kate, “este pênalti, eu bati para fora do estádio”. A detetive não apenas aceitou a proposta, como não houve muito impasse sobre sua determinação. Ao primeiro diálogo dos protagonistas, Beckett já expõe sua decisão.

E o que dizer de sua reação? Absolutamente fantástica e se enquadrando perfeitamente ao perfil do seriado. Não havia porque transformar a cena ao roteiro dramático e romântico ao extremo, o grande diferencial de Castle está em romper com momentos de silêncio ou seriedade com a abordagem da comédia, o perfeito humor na media exata, iniciado com uma Kate confusa e, em parte, irritada pelo comportamento sério de Castle e já desabafando que pensava em tudo menos no namorado lhe pedido em casamento. E continuando com um Rick dizendo: “Você sabe como isso funciona, certo?”.

Expandido esta percepção sobre a dosagem de emoções do episódio. É difícil não admirar esta abordagem. Ainda em se tratando do quesito humor, foi muito interessante perceber o quanto Nathan Fillion conseguiu recuperar as características de seu personagem embutido nas duas primeiras temporadas da série, quando o escritor não era tão levado a sério pela detetive e agia por conta própria. O questionamento de como seria o desenvolvimento dos protagonistas, trabalhando separadamente, foi muito bem abordado. Se de imediato não temos o casal atuando diretamente para a resolução de um crime, por outro temos a sua interação por conta do romance e da recuperação por completo do perfil hilário e totalmente infantil de Richard Castle. E eu não nego que adorei. Adorei vê-lo investigando por conta própria, passando a perna em Ryan e Esposito para obter resultados, chegando ao campo de golfe antes do FBI, sendo sequestrado, metendo-se em todas as encrencas possíveis no estilo Castle que me fez apaixonar tanto o quanto sou hoje.

...

E em se tratando do pedido de casamento, esta foi uma especulação que eu acho que todo mundo acertou. Ainda que de forma consideravelmente confusa, Kate pronúncia o tão esperado “sim”, sem também qualquer grande enrolação quanto o futuro do casal, unidos e enfrentando todos os desafios que isto possa proporcionar.

O pedido de casamento acabou sendo emocionante, humorado e muito romântico. Separando Castle e Beckett de seus casos, e aprofundando-se um pouco mais sobre a vida romântica da dupla, o episódio tornou-se um deleite para aqueles que questionavam e imploravam por maiores cenas cutes entre os dois. E como eu já havia comentado antes, gradativamente os roteiros da série seguia acertando quanto à dosagem em explorar este contexto, e não há como questionar que esta première alcança mais um novo patamar na qualidade do enredo neste quesito.

...

Quanto ao salto temporal. Confesso que não comentei sobre o assunto, mas muitos fóruns e redes sociais abriram uma grande aspa para esta possibilidade. Esta expectativa acabou circundando em um acerto de 50%, pois muitos acreditaram que o salto iniciaria a temporada, e não haveria a resposta de Kate, quando na realidade o adiantamento do cronograma veio pela necessidade de pular todo o treinamento e integração de Beckett até o ponto onde ela atua em um caso com o FBI.

E este é o momento de abordar o caso e falar um pouco mais sobre o episódio quanto a um todo.

De imediato, devo admitir que a partir do pulo no tempo e o verdadeiro inicio de Valkyrie, tive a sensação de que este começo de temporada seguia por um caminho diferente das anteriores. E nos primeiros minutos, senti que talvez esta première não apresentasse um bom episódio. Mas fico muito feliz por ter me enganado.

Valkyrie foi sim um episódio diferente de todas as apostas de inicio de temporada em Castle. Tradicionalmente, após a apresentação do desfecho quanto ao cliffhanger o episódio tende a seguir por um cenário comum e casos mais simples e breves que marcam o recomeço de Castle. E por muitas vezes, optando por abordar este panorama a série perdeu sua oportunidade de evoluir, até este ano...

Diversificação e evolução, esta foi a grande química que enxerguei nesta première. O duplo “sim” de Beckett foi explorado ao extremo pelo enredo, abrindo a oportunidade de expor novos cenários, novos personagens, novas histórias e casos mais interessantes. Vocês se lembram de quando eu comentei que desejava muito que Castle abordasse uma nova storyline ou ao menos que as questões centrais não fossem totalmente direcionadas ao relacionamento do casal? O drama precisava sair desta perspectiva, porque quando se abre o leque para expor casos mais interessantes, permite-se que o procedural tenha muito mais futuro e expectativas sobre a série... E isto foi exatamente o que Valkyrie buscou abordar.

Já de imediato, temos o surgimento de quatro novos personagens, que se não participarão definitivamente na série, tendem a ter uma influência muito forte enquanto presentes.

Lisa Edelstein surge como a agente Mccord. Como eterna fã de House adoro ver esta mulher atuando. Seu perfil é aquela agente meio durona, mas extremamente compreensiva, deixando claro que pode ser uma grande amiga de Kate fora do ambiente profissional, mas que ali dentro “regras são regras”.
Yancey Arias é o agente Carl Villante, o chefe de Beckett. O ator é figurinha carimbadíssima no mundo das séries, de imediato me recordo de suas participações em Bones e Burn Notice.
Além de Roshawn Franklin, como agente Smith. Se você não se lembra de onde o viu, eu dou uma dica: 24 Horas.
E o que dizer do novo namorado de Alexis? Tenho pontos positivos e pontos negativos. O lado bom da história, é que a “Família Castle” precisava ser apimentada e Rick precisava sentir sua remoção da atual “zona de conforto”, com a inserção de um personagem masculino em sua residência, não a como negar de que será algo interessante. A dupla já demonstrou certa interação curiosa e com gostinho de querer saber até onde isso vai dar...

O lado negativo é que esta abordagem do roteiro rompe com o estereotipo da Alexis, lembra-se daquele conceito de moralidade que eu sempre admiro na série? Ele foi rompido nesta história. Antes que qualquer um diga que isto é um pensamento arcaico, eu já vou logo me justificando. A filha de Rick sempre foi criada sobre a premissa do respeito aos limites da vida intima, tanto do pai quanto da filha. Exemplo são inúmeros, mas posso citar a exploração deste foco nos episódios Linchpin e The Final Frontier. Seguindo por esta linha de raciocínio, Alexis jamais romperia com este perfil trazendo um homem para dividir o quarto na casa do pai, principalmente sem avisá-lo. No episódio, Rick acaba fugindo do assunto para viajar ao encontro de Beckett, mas cedo ou tarde este tema precisará ser abordado pela série, e então eu darei o meu aval final perante a justificativa do roteiro.

Retornando um pouco e falando sobre o caso, este foi o protagonista do episódio. Rick e a investigação de Kate foram os responsáveis por conectar Washington e Nova Iorque. E a alternativa para abordar-se de três cenários, (casa de Rick, NYPD e o escritório do FBI), foi bem estruturado, dinâmico e inteligente. Transmitindo a perspectiva e evolução da série. De fato, enquanto assistimos Valkyrie sentimos que é possível seguir por uma temporada inteira onde Kate está separada de sua equipe. Porém, é lógico que sabemos que este não será o caminho abordado pela série, e o grande significado do futuro de Kate no FBI estará diretamente ligado ao cliffihanger do episódio.

Não gosto quando séries colocam a vida do protagonista em risco, é lógico que Castle não vai morrer, e isto já deixa meio óbvio o futuro. Mas ao mesmo tempo, compreendo esta alternativa como o gancho para justificar (talvez) o retorno de Beckett para a NYPD, (pura especulação). E mais ainda, elogio com grandes louvores, o começo de uma temporada onde Rick ganha tamanha significância ao roteiro quanto Kate, a temática do drama pelo “outro lado da moeda”...

...

Em uma avaliação final, penso que esta première foi muito boa. Ainda que não tenha apresentado a dinâmica de Rise ou A Deadly Affair, acredito que Valkyrie trouxe a exposição de novas expectativas e conseguiu algo que nenhuma estreia havia conseguido: o desejo insano de assistir o segundo episódio da temporada (Dreamworld), e isso já lhe garante grandes méritos. Porém, se aprofundando um pouco mais, o episódio conseguiu resgatar com grande primor aquele lado sarcástico que definiu desde o inicio o grande diferencial de Castle para o restante das séries criminalísticas. Além de tudo, como ponto de evolução, pela primeira vez, temos realmente dois protagonistas na série, e cada um é responsável por guiar parte do contexto, e isto é um grande símbolo de desenvolvimento e enriquecimento do roteiro.

Diante de tudo, admito ter grandes expectativas para esta sexta temporada. Apenas espero que neste quesito, eu não me engane.


Observações Finais

E aí gostaram do termo “noivo” e “noiva”? O roteiro não poupou diálogos para enfatizar o nível do relacionamento.    Muito cute!

Castle – Não estou lhe propondo para lhe manter aqui, ou porque tenho medo de te perder. Eu estou lhe propondo porque não posso imaginar a minha vida sem você! ...    Depois dessa, vocês aceitaram o pedido de casamento junto com a Kate não foi?

Castle –Bem eu achei que, já que Beckett estava trabalhando, eu... Eu poderia jogar algumas rodadas.
Mccord – Onde estão os seus tacos?
Castle – Droga!

Quando Rick se envolve na batida de carro e a agente Mccord questiona sobre outro passageiro e o outro detetive apenas aponta para “aquele cara”, então vemos um Rick todo sorridente acenando da ambulância e a agente diz: You’ve gotta be kidding me... Acho que foi um dos momentos mais engraçado do episódio.

Castle indo até à delegacia para desabafar com os amigos. Foi muito legal, vocês não acharam? É bacana perceber que mais que um relacionamento com Kate, Esposito e Ryan tornaram-se os melhores amigos do escritor.    Esqueça a mesa de pôquer com celebridades!

Eu ri muito durante todo o episódio, gostei muito da gradação do roteiro como começou de forma suave e divertida e, aos poucos, expôs a seriedade do caso, até apresentar o cliffhanger.    Ansiosa por Dreamworld.

Talvez Você Curta

24 comentários

  1. Kate chamando Castle de "babe", ok isso não tem preço kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Hey Marcilia... Sempre antenada e aparecendo aqui rapaidinho! hehehehe

    Realmente não tem preço, mas deu uma dó! Sentiu não?

    ResponderExcluir
  3. Eu também Amanda achei nada haver o tal namorado, e como assim leva o cara para dentro de casa e Castle não fala nada? Ficou muito estranho...

    ResponderExcluir
  4. - A 5 temporada acabou com mta gente questionando o pedido de casamento e reclamando que tava faltando uma DR básica do casal. Depois de ver o episódio ALGUEM SE IMPORTA? rsrs foi mto fofo e mto caskett.

    - Quando a Beckett levou um tiro logo no comecinho eu travei, confesso
    - Dos 3 beijos não enxergamos nenhum, pq ABC? tem mto homework pra fazer 6 semanas!

    - Castle parecendo uma criança acenando pra Beckett na ambulância hahaha

    - Tava esperando a Beckett gritar FBI FREEZE (isso é de alguma outra série), achei

    mto legal a agente McCord, acho q vai ajudar a Beckett a ver que o melhor pra ela é ficar perto do Castle.
    - Não sei se viram os bloopers da 5 temporada, mas quando ouço its big, how big it is, me lembro daquela cena.

    ResponderExcluir
  5. O episódio foi maravilhoso. Quem não aceitaria o pedido depois de uma declaração daquelas? Casava era na hora. Adoro Caskett! E o charme de Castle é o jeito crianção, mas que age certo e sério no momento certo. Muito fofo!!

    ResponderExcluir
  6. Nayara Pimenta Ferreiraquarta-feira, 25 setembro, 2013

    Ótima review! Acho que falou td q pensei ao assistir o episódio!
    Foi perfeito o jeito como ela respondeu o pedido!

    ResponderExcluir
  7. Olá Nayara, legal voltar não é? Então, primeiro obrigada e segundo, eu adorei a reação dela ao pedido, se fosse meloso não seria Castle, foi muito legal como fizeram, o susto dela e a raiva ao mesmo tempo, a confusão em responder... Muito bom! bjks

    ResponderExcluir
  8. Marcilia e Amanda, desde quando surgiu o spoiler do surgimento deste novo namorado e como ele apareceria eu achei estranho! Muito estranho! Minha opinião já comentei na review, mas eu acho que a série não pode deixar este assunto vago, tipo o cara chegou entrou e não foi questionado? Isto não é Castle e isto não é Alexis.

    ResponderExcluir
  9. Olá Fati... Muito boa suas observações e é verdade QUEM SE IMPORTA?! A gente esta presenciando de camarote a evolução de um relacionamento, PASSO A PASSO, e isto é muito raro. Pra ser sincera o unico casal que me recordo com esta abordagem tão divertida e romantica é Monica e Chandler e Friends! Uma vez que já fazem 10 anos, nada melhor do que ter outra dupla que nos emocione tanto não é verdade?

    PS: Eu não vi os erros de gravação, mas agora vou correr para dar uma olhadinha! Risos.

    ResponderExcluir
  10. Muita verdade Fátima!

    ResponderExcluir
  11. Solange D., o Castle mandou o namorado da Alexis dormir no sofá...hahaha
    E, a Molly, no twitter, quando perguntada sobre isso, disse que ele ficaria no sofá.
    O episódio foi muito bom, com comédia e drama na dose certa. E como são bons os episódios Duplos da Castle. São demais, em todas as temporadas. Acho que teremos uma 6ª temporada sensacional, espero.

    ResponderExcluir
  12. Soool o/ não precisa mais chorar, cheguei pra comentar ;) eita, rimou *_*


    Ótima review, como sempre, mas a cada vez se superando, como os epis de Castle. TU ARRASA, GATA.


    Eu vou falar, eu tô só amor, olhos brilhantes, mãos suadas e borboletas na barriga. Castle voltou e eu FIQUEI...na cena do banheiro. Minha gente, que crime foi esse de cortarem bem na hora do vamo ver? maldade pura. Mas tem nada não, replay ta aí pra isso, e me entende. Ele funciona e não reclama. To quase casando. Vai que né? quem sabe, se eu for fiel, ganho um anel daquele... ;) *vai se declarar pro replay* / quem nunca né? -qqqq

    mas voltando ao assunto, teve mais "I love you" do que a 5ª temporada inteira...to cantando, to feliz, to sem foco, e to retardada tbm...........vou ali ver de novo, peraí.


    -Q
    não, sério, que premiere maravilhosa. Mto boa. Tava até comentando no fórum que é ridículo o fato de Castle ter Marlowe, que é um gênio, ser a melhor série americana (Me desculpe, mundo, mas a verdade tem que ser esfregada na sua cara. Bjos) e não receber a atenção merecida.


    Só pra concluir, vou falar essa verdade: Tem explicação pra nova atitude da Alexis, meu povo: terras latinas. O sangue esquenta, tem pegação uhauhauhauhahauuha \o/ só acho que devia ter conseguido uma saca de maracujá pra levar pra casa. Só pra dar aquela acalmada, sabe? Ontem não bebia e levava lição de casa pra festinhas. Agora ta dividindo o quarto com o namorado. Vamo ver se agora ela fica menos chata pq tem hora que ela é uó. ;)


    <3

    ResponderExcluir
  13. Fátima, pode ter certeza, que eu ia andar com o véu na bolsa. Na hora que ele tirasse a aliança, eu já corria pra igreja. -Q huauhauhauhahuahua

    ResponderExcluir
  14. Nayara Pimenta Ferreiraquarta-feira, 25 setembro, 2013

    Estava ansiosa pelo retorno já! E sim, foi a cara deles mesmo!

    ResponderExcluir
  15. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Priiiiiiiiiiiiiiiiiiii. Adoro seus comentário, choco de rir a cada parágrafo.
    PRIMEIRO: Obrigada por voltar!!! Uebbbbbbbbbaaa!!! Você cumpriu a missão do hiato? Recrutar novos amantes de Castle? Eu consegui 2 novos adoradores! Foi pouco eu sei, mas foi o que deu! AJUDA GENTE!!!

    Sobre o romance do episódio, foi lindo, na medida e mega emocionante. Foi muito chuchu ver o Castle indo atrás dela em D.C, foi demais vendo ela mais descontraída e se divertindo dos absurdos dele. Foi muito fofo ela querer falar com ele primeiro para dar a noticia sobre ele estar contaminado!

    Alexis... Ah! menina, só a sua justificativa pra entender mesmo, será que este povo do hemisfério norte não sabe o que viver até dar uma voltinha aqui por baixo? kkkkkkkkk!

    Castle começou bem e a audiência se refletiu neste foco, vamos ver agora o andamento das coisas!

    bjks

    ResponderExcluir
  16. Toh contigo Val, e não abro! kkkkkkkkkkkkk

    PS: Obrigada por ter voltado! :D

    ResponderExcluir
  17. Own <3

    Não consegui recrutar ninguém, Sol...tava tão sem tempo pq tava me formando :) me dê parabéns o/\o uhauhauhauhauha sem tempo pra nada, nem pra sofrer mto por Castle. Lógico que tava ansiosa, mas cê sabe como é conclusão de curso né? tava respirando nos intervalos dos capítulos do TCC uauhahuahuahua.

    E é, se Castle fosse brasileira a cena do banheiro ia ser fichinha. Tsc. Eu queria. /mimimi

    ahuahuahuauhahuahuuhauhauh

    mas vem cá, tu tens conta lá no fórum? se não tem, vai la fzr e me chama *_____* vou te pentelhar mto. \o\ ~o~ /o/

    http://castlefanatic.com.br/forum/index.php


    bjo <3

    ResponderExcluir
  18. Ah! menina te compreendo, sei bem como é está fase, na época em que estava prestes a me formar era um stress absurdo. Todo mundo na sala se xingava, brigada, se amava. Como diziam meus colegas, era quando o seu verdadeiro "eu" se revela. KKKKKK
    Eu dizia que vivia em um relacionamento sério com o TCC, dia e noite, fim de semana, feriado. Sempre, era ele que estava ao meu lado, risos.
    Mas vale a pena cada segundo de tormenta, cada noite mal dormida, o resultado é inexplicável.
    Então:
    MEUS PARABÉNS!!!

    PS: acabei de me cadastrar, mas não prometo muito entrar on line, estou vivendo uma fase conturbada no trabalho.

    bjks


    Em 26 de setembro de 2013 19:19, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  19. Cara acho que não esperaria tanto tempo pela resposta ao meu pedido de casamento!
    O pedido em si foi simples, despretensioso e íntimo, como Kate sempre sonhou, apenas um homem pedindo a uma mulher para que ela seja dele e ele dela!
    Realmente essa premiére foi muito boa, não que me surpreendeu, mas me encantou de uma forma única, que Marlow consegui nos últimos tempos!
    Achei lindo o fato deles serem classificados como noivos, pois vivemos em tempos em que as pessoas nem entendem a emblemática dessa configuração, está noiva para mim é dizer me letras garrafais a todos que você escolheu aquela pessoa entre todas no mundo para ser sua, e que tem convicção disto e ainda possibilita ao outro um 'teste drive' desta futura vida a dois, e caso este não continue tentado, tem assim, a breja para um rompimento enquanto as coisas ainda estão em um meio-termo!
    Valkyrie trouxe consigo várias opções para desenlace ao longo desta 6 temporada, contudo frisando os aspectos que realmente importam, tanto, que temos uma Beckett leve, risonha, solta, que repeti várias vezes o 'eu te amo' a Castle, com uma das pronúncias mais que perfeitas que já ouvi, com direito à inclinação de cabeça, enrugazinha na testa, e o sorriso maroto cativante que só Stana Katic possui!
    O fato deste premiére ser dupla é perfeita! Castle com um dia de expectativa de vida, é para dilacerar um fandom ávido há 4 meses por este episódio!
    Uma crítica: o beijo, aquele beijo com pegada, ocorreu no escuro! Eu gostei, porque iria gostar até dos selinhos tão típicos em Castle, mas tenho esperanças de afagos melhores na sequência!
    Bem, conclusão, temos nesta 6 temporada dois atores principais!^^

    ResponderExcluir
  20. Cara acho que não esperaria tanto tempo pela resposta ao meu pedido de casamento!
    O pedido em si foi simples, despretensioso e íntimo, como Kate sempre sonhou, apenas um homem pedindo a uma mulher para que ela seja dele e ele dela!
    Realmente essa premiére foi muito boa, não que me surpreendeu, mas me encantou de uma forma única, que Marlow consegui nos últimos tempos!
    Achei lindo o fato deles serem classificados como noivos, pois vivemos em tempos em que as pessoas nem entendem a emblemática dessa configuração, está noiva para mim é dizer me letras garrafais a todos que você escolheu aquela pessoa entre todas no mundo para ser sua, e que tem convicção disto e ainda possibilita ao outro um 'teste drive' desta futura vida a dois, e caso este não continue tentado, tem assim, a breja para um rompimento enquanto as coisas ainda estão em um meio-termo!
    Valkyrie trouxe consigo várias opções para desenlace ao longo desta 6 temporada, contudo frisando os aspectos que realmente importam, tanto, que temos uma Beckett leve, risonha, solta, que repeti várias vezes o 'eu te amo' a Castle, com uma das pronúncias mais que perfeitas que já ouvi, com direito à inclinação de cabeça, enrugazinha na testa, e o sorriso maroto cativante que só Stana Katic possui!
    O fato deste premiére ser dupla é perfeita! Castle com um dia de expectativa de vida, é para dilacerar um fandom ávido há 4 meses por este episódio!
    Uma crítica: o beijo, aquele beijo com pegada, ocorreu no escuro! Eu gostei, porque iria gostar até dos selinhos tão típicos em Castle, mas tenho esperanças de afagos melhores na sequência!
    Bem, conclusão, temos nesta 6 temporada dois atores principais!^^

    ResponderExcluir
  21. Hey Milena, vlw por voltar, após quatro meses! heheheh.
    Ah! menina quem não esperaria qualquer tempo por aquele homem, kkkkkkkkk!
    Brincadeiras a parte, concordo contigo em genero número e grau!
    Premiere que superou minhas expectativas, e isto em um sexto ano de série é mais do que o esperado!
    bjks

    ResponderExcluir
  22. Totalmente verdade! o meu verdadeiro eu é ansioso e histérico. auhuhauhauhauhauhauhauh


    *_______________________*


    em problema não, te chamo por mp e vc responde quando der ~o~

    ResponderExcluir
  23. Nossa Su, só vi seu comentário agora, acredita? kkkk
    Meu super grande, mas li tudinho... Acho interessante seu ponto de vista, mas não vou dizer nada sobre comparar com a vida real, porque na vida real ninguém espera 4 ANOS para fazer alguma, SORRY!
    Dá maior dozinha dele mesmo, acho que vc meio que foi vidente sobre a percepção da Kate quanto correlacionar Castle e FBI. Com o segundo episódio, já transmitido, creio que a Beckett volta por Castle, mas principalmente, volta pelos valores que foram perdidos ao evoluir com sua carreira.
    E é algo interessante, porque eu não acho surreal, acho que a gente vive numa sociedade absurdamente capitalista e apoiada sobre o "status" e muitas vezes, aceitamos o crescimento, mesmo sem perceber que aquilo não é exatamente o que precisamos para sermos felizes.
    E eu acho que é isso que vai acontecer com a Kate, bjks.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe