The Vampire Diaries 5x05x06: Monster's Ball/Handle with Care

sexta-feira, novembro 15, 2013


Não há vida sem Katerina do Bairro.

Menina Petrova com certeza não consegue nenhuma coisa boa em sua vida, prova disso é ter Klaus e Silas a perseguindo loucamente por anos, mas não é que há salvação no fim do túnel? Quando Nadia começou a destilar veneno, não querendo alimentar Katherine direito, já não tinha mais dúvidas: NADIA É PETROVA, ou seja, o veneno e a safadeza correm também por suas veias. Além disso, ela foi a única, além de Katherine, a desejar Matt tão profundamente. Ou seja, tal mãe tal filha.

Não tivemos muita novidade sobre o que Silas queria com Katherine, mas Katherine finalmente descobriu que Silas precisava de mais do que uma mera vitamina, ele precisava do BACON inteiro dela para conseguir se curar do feitiço.

Ainda não entendi porque Damon quer Bonnie de volta, afinal ela sempre entortava a boca para ele, até mesmo agora, do além. Se é mesmo para ver Elena feliz, todo mundo sabe que Bonnie ficaria melhor morta. Está muito cansativo ter uma bruxa que não conseguia fazer nada viva, imagina agora morta.

Mesmo assim, Damon decidiu usar do artifício de mais uma festa (só que agora é da faculdade, algo que também não fez muito sentido, já que parecia Mystic Falls), usando da boa vontade (leia-se: perda de memória) do irmão para ajudar Silas. Os dois precisam parar de brigar urgentemente, mas o que mais irrita aqui é sempre desejei que Stefan e Damon parassem de babaquice e vissem que seu relacionamento de irmãos é melhor que qualquer rabo de saia. Tef abriu mão de Elena no passado, mas Damon continua com sua obsessão e como ele agradece a boa vontade do irmão? Orquestra um plano para ressuscitar a amiga morta da namorada e não conta nada ao irmão, torcendo o pescoço do coitado sem nem ao mesmo avisar.

É claro, porém, que é lindo ver Tef no modo TÔ POUCO ME FUDENDO PRA VOCÊS, mas a grande safada do episódio foi Tessinha, que tem o meu respeito por ter matado a Original, pois ela amava muito bacon. A menina decidiu basicamente contar tudo para “Stefan”, só porque ele tem a cara do amado eterno, mas nem adiantou muita coisa, afinal não descobrimos nada até agora.

Agora, o que falar sobre Elena querendo brincar de Sherlock Holmes dentro do campus? Simplesmente desnecessário querer vingar a morte da colega de quarto sendo que o único dia que elas passaram juntas rolou um super bullying com a coitada. E agora temos também um loiro para fazer par com Elena, o novo casal #chateado da série.

O que falar sobre a morte relâmpago de Katerina do Bairro? Todo mundo já sabia que ela não ia morrer. Foi lindo, porém, ela implorando para que Damon não fizesse nada com ela, agora que ela descobriu que tem uma filha que é mais velha do que a própria mãe. Naturalmente, Damon foi o Damon de sempre, e Katharine, sendo a Pedra da Lua da temporada, estava disputadíssima. Vamos ver qual será a solução dos roteiristas para seu milagroso retorno. Esse episódio deixou mais claro do que nunca que essa temporada é da Vampbitch. E devemos lembrar que a outra temporada em que teve muito enfoque nela foi a segunda, considerada por muitos uma das melhores. Vamos então torcer para que tudo continue lindo.

5x06: Handle with Care

A grande dúvida finalmente foi sanada: Katerina do Bairro continua viva, HUMANA e com indícios de um envelhecimento avassalador, com cabelo branco, perdendo dentes e se vestindo como uma velha. Além disso, roubando comida. Como não amar a cena que ela enche a bolsa de sanduíches? Se bem que se eu fosse um vampiro de mais de 500 anos, teria achado uma forma de ficar rico, ao contrário de Katherine, que está vivendo a vida do Bairro, dependendo até do cartão alimentação de Elena para sobreviver. É muita pobreza para uma pessoa só, minha gente.

O uso da personagem foi bem desnecessário nesse episódio, só funcionou mesmo para salvar um pouco Caroline do marasmo e do constante mimimi por ter terminado tudo com Tybrid. Convenhamos que o plot da universidade está melhorando, mas o desenvolvimento está bastante lento, e nem o professor dotado (ui) está salvando. Espero que Caroline vá para The Originals amar Klaus para sempre, porque continuar a ser dispensável em TVD não dá.

Por outro lado, temos muito que agradecer a Tessa e Silas e cia dos tempos antigos. O plot está se desenvolvendo de forma interessante, mas ainda espero mais de Tessa. No primeiro episódio em que ela apareceu percebi que a vadia realmente era uma vadia, mas a personagem teve um marketing tão gigante na temporada passada, sendo rotulada como uma bruxa imortalmente poderosa, mas que até agora só foi passada para trás pelo elenco regular inteiro da série. Ela foi até trolada pela própria MAGIA, no clássico “o feitiço virou contra o feiticeiro”, tendo que ficar presa com Tefinho e Elena até o fim do dia.

Falando em Tef e Elena, porque Elena é tão indecisa? Em um momento ela gosta de ficar abraçadinha com Damon, em outro tá morrendo de ciúmes por descobrir que o ex está virando a noite em uma festinha particular com a bruxa mais psicopata do mundo... Não dá para entender essa menina.

Bonnie e Jeremy continuam querendo tocar o corpo um do outro, e me surpreendeu bastante que Bonnie não voltou a vida nesse episódio. Se ela está assombrando todo mundo até agora, a personagem infelizmente não vai mais embora. É claro, porém, que todo aquele plano com Silas não iria dar certo e Damon mais uma vez cagou na cara da namorada, mas o que ele não sabe é que não há problema ALGUM em não trazer a bruxa torta de volta. Depois de quatro anos de boca torta e enxaquecas, já passou da hora de dar tchau, bruxaisqueiro!

Depois do grande plot twist do episódio, uma coisa fica clara: alguém precisa, URGENTEMENTE, avisar a produção de TVD que há outras atrizes no mundo além de Nina Dobrev. Amara está de volta (ou melhor, ela nunca esteve em outro lugar) e nem deixou Silas aproveitar as preliminares, já foi direito para os finalmentes, acabando com a excitação do amado. Aliás, vamos dizer amado, né? A Petrova original não se importou nem um pouco quando decidiu drenar o namorado.

P.S: "Toc, toc.
Quem está aí?
O prefeito.
Qual prefeito? Nenhum. Eu matei o prefeito." –

Bonnie, venha rir também!

Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe