Hart of Dixie 3x08: Miracles

domingo, dezembro 01, 2013


Uma época de milagres...
Depois da minha reclamação semana passada, Hart of Dixie finalmente começou a se redimir. O episódio mal havia começado e eu já estava toda animada. Deu pra perceber que os personagens começariam a se relacionar mais, sem tantas tramas paralelas. Fiquei satisfeita.

Lemon sendo Lemon é uma coisa da qual nunca poderei reclamar. Eu amo a personagem e, por mais que ela esteja meio perdida essa temporada, ela continua rendendo ótimas cenas. Como por exemplo, Lemon invadindo o barco do George. Amei o jeito com que eles explicaram para a Lynly os relacionamentos passados em Bluebell, que foram tudo menos simples.

Vovó Bettie retornando para resolver os problemas dos Breeland foi uma surpresa agradável. Foi inevitável fazer uma comparação dela com o Poderoso Chefão após a menção do filme pela Vovó Sylvie e Brando. Bettie é simplesmente implacável. Infelizmente, o tiro saiu pela culatra: a solução dada pela velhinha era de que Brick e Shelby se casassem. O que não foi um problema para o Brick, mas não agradou nada nada a Lemon, que nunca apoiou tal relacionamento.

No fim das contas, o tiro saiu pela culatra para a própria Bettie, já que Shelby esclareceu a situação com seu bebê, que foi artificialmente inseminado. A Breeland estava esperando que seu novo descendente fosse menos decepcionante do que Lemon e Magnolia. Mas ainda bem que o bebê não é do Brick, nunca gostei muito do casal. Agora só fica a questão: da onde Shelby arranjou dinheiro pra comprar o Fancy's?

E o prêmio de personagem mais chata passa de Lynly para Vivian. Tenho vontade de dar um tapa na cara dela toda vez em que aparece. É entendível a "raiva" dela pela Zoe, mas acho exagerada demais. Além de que acho difícil associar essa pessoa ranzinza com a Vivian legal e simpática que primeiro conhecemos na festa. Pelo menos no fim ela percebeu que estava sendo uma chata e descontando na nossa pobre Zoe sua angústia por causa de sua recente separação. E, então, Zoe finalmente conseguiu sua tão desejada família.

Por mais que o Wade tenha ficado mais avulso no começo do episódio junto com a Tansy, foi divertido vê-lo dopado com os remédios para ansiedade. Principalmente quando ele, de repente, beija a Zoe, foi impossível não dar risada. Só essa cena já valeu pelo episódio inteiro.

Pra acabar com a minha alegria, vemos um possível e muito provável novo par romântico para o Wade: Vivian. Por mais que eu odeie pensar nisso, não posso negar que renderia uma ótima história. E, quem sabe, pode até abrir os olhos da Zoe.

Seja Hanukkah, seja o Natal, o fim do ano tem um jeito de tornar as pessoas nostálgicas e compreensíveis. Creio que o episódio tenha demonstrado isso muito bem.

ps1: Rachel Bilson gosta de fazer personagens que namoram judeus, né? Sdds The O.C.
ps2: Danielle Bradbery cantando The Heart of Dixie em Hart of Dixie......


Talvez Você Curta

0 comentários

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe