Girls 3x01/02: Females Only/Truth or Dare

sábado, janeiro 18, 2014


Mas já Porra?! Lena Duham e seu hiatus criativo.

Girls está de volta, e não poderia vir em pior hora. Se no ano passado a essa altura nos encontrávamos ansiosos pelo retorno do grande hit do universo das séries, dessa vez a má vontade não poderia ser maior. Depois de conseguir cagar a série com os três últimos episódios da temporada passada, Lenna volta para nos lembrar que nem tudo foi feito ainda, e que não basta nos decepcionar, mas tem que criar um desgosto profundo nos fãs, para que os mesmos jamais voltem a ver o seriado. É nesse ritmo que a terceira temporada começa, cansativa, extremamente repetitiva, devagar quase parando, e claro... Chata pra caralho!

Sabe o que é você ver o season premiere e ele não te acrescentar absolutamente nada. Fiquei pasmo. Uma série que tem apenas dez episódios por temporada não pode se dar ao luxo de ter um filler como esse, e principalmente se tratando o episódio de estréia da temporada. O plot foi sobre o nada, de pessoas fazendo nada, e vivendo suas vidas sem que nada de novo acontecesse. O céu é o limite para o tédio. Encontramos uma Shoshanna no mesmo lugar em que a deixamos na temporada passada, só que agora mais chata do que nunca. Sem Ray do seu lado ela voltou a ser a mesma menininha irritante do começo da série. Este por sua vez, também continua na mesma, mas pelo menos continua nos rendendo os momentos mais engraçados do show com as suas ótimas tiradas. É sempre muito divertido ele ridicularizando Hannah, é como se fosse o espirito de porco de todos os fãs da série se manifestando... Impagável.


E tivemos também um episódio quase que todo centrado em Hannah e Adam, que passaram de "Dangerous Couple" para "Casalzinho Vinte", com ele dando comidinha e fazendo todas as vontades de Hannah, inclusive recebendo suas amigas para um jantar no qual ele não tinha o menor interesse. Foi muito interessante a cena em que ele troca "experiências de vida" com Marnie e Shoshanna, e Hannah olha para eles com a maior cara de bunda do universo. Mas como a série sempre gera uma auto crítica, ficamos com aquela ótima cena do início do episódio, em que logo depois da sequência "Casal Perfeito" dos dois, eles encontram Natalia e somos claramente lembrados sobre qual é o tipo de pessoas com as quais estamos lidando.

"Truth or Dare" já ficou quase que voltado completamente para Jessa. Esses episódios costumam ser sempre mais "outs", personagens em contato com a natureza, expressando mais a áurea que cerca a personagem. Assim como todo o resto, Jessa também não saiu do lugar. Apesar de ter abandonado Hannah no meio do nada para lidar com os seus problemas, à reencontramos novamente sem ter mudado muita coisa. E apesar de estar em uma clinica de reabilitação, a menina continua cometendo os mesmos erros, reafirmação de seus problemas paternos (novamente dando em cima de um cara mais velho), desqualificando as experiências alheias em detrimento de seu espírito egocêntrico, e claro, como sempre forçando pessoas à terem experiências que não querem, e sempre conseguindo que façam suas vontades, principalmente Hannah.


Uma coisa boa disso tudo foram as cenas da "Roadtrip". Sério, Hannah e Shosh são tão irritantes, que quando colocadas juntas parecem uma taquara rachada. Sem dúvidas são os personagens mais bizarros do show, a forma mais invasiva de representar a mensagem da série. Eu não sabia se achava tudo muito bizarro e irritante, ou se dava risada. A cena de Adam quase quebrando o radio foi realmente impagável, e ainda assim ele deveria ser canonizado por aguentar uma viagem inteira ao lado das duas. É como se elas não se ouvissem e falassem sempre ao mesmo tempo... É ridículo, e muito hilário. A questão então do "Models of Female Friendship" foi tão escroto... As minhas caras eram as mesmas do Adam... Será que elas estão se ouvindo? Outra coisa engraçada foi a amiga da Shoshanna que era viciada em Blueberry Redbull. Demais!

E sim, claro. Para não terminar a review e dizerem que deixei de falar dela... Vamos falar de Marnie, muito contra a minha vontade. Se a série já está chata, imagina a personagem mais chata da série? Eu sei que foi por problemas de decisões de elenco que a história dela e de Charlie não foi para frente (que nem deveria ter sido retomada), mas o problemas é que Lenna e os roteiristas da série não conseguem achar um plot decente para a menina que começa a repetir todo o ciclo da segunda temporada. Espero sinceramente que Rita Wilson consiga salvar o arco com sua ótima atuação. E por falar em participações especiais, esses dois primeiros episódios estavam recheados de gente foda, Rita, Richard E. GrantShiri Appleby recorrente, Danielle Brooks diretamente de OITNB, Debra Monk, e pasmem até John Cameron Mitchell reapareceu. Agora quem eu surtei mesmo quando vi como a junkie lá foi Kim Gordon, surtei completamente.

No mais é isso meus caros, depois desse fraco início de temporada, em que nem um imenso e estrelar elenco convidado conseguiu salvar a falta de roteiro, torcemos para que Lenna tenha tido umas idéias melhores para os próximos episódios e que não passemos a temporada inteira praguejando a série. Ia colocar aqui a música do Maroon 5 só para ser "anoying" de novo, mas resolvi poupar vocês disso. Jenny Lewis é recorrente na série, afinal já tivemos Rilo Kiley na temporada passada. Incrível como que até a trilha sonora está se tornando repetitiva. Oh Karma! Até semana que vem!

Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe