Shameless 4x07: A Jailbird, Invalid, Martyr, Cutter, Retard, and Parasitic Twin

sexta-feira, fevereiro 28, 2014


E aí? Quem é o mais fudido?

Uma é ex-presidiária, a outra tenta se cortar, o bar de um deles é assaltado, um se droga até não lembrar-se mais de quem é, enquanto o outro provavelmente vai ter que largar a faculdade para cuidar dos irmãos. E enquanto o bebê de uns pode ficar retardado para o resto da vida, os de outros resolvem jantar o próprio irmão. E na cereja do bolo ainda temos um inválido à beira da morte, que se caga e não consegue nem tomar um banho sozinho. Não sei o que os personagens de Shameless planejaram para esse inverno, mas devo confessar que as coisas não devem ter saído conforme o combinado. Dessa vez nem tudo terá conserto.

Engraçado pensar que a temporada que começou com a vida dos personagens mais acertada, rolou ladeira abaixo. Parece que os problemas de uns atraíram outros, e tudo foi virando uma grande bola de drama neve. Parece que os Gallaghers e cia realmente não nasceram para a vida boa. O episódio dessa semana começou com Lip assumindo as responsabilidades da casa. Sua total desconfiança em Fiona a essa altura não permitem mais que ele tenha a regalia de voltar para a sua universidade e viver como se não estivesse nada acontecendo do lado de cá. A verdade é que eles adoram um drama, ou ao menos terem o que se preocupar uns com os outros, em alguma review atrás falei de Fiona, e como ela cuspiu para cima enquanto estava vivendo uma vida descente. Não foi muito diferente com Lip, que estava completamente entediado com a vida monótona na faculdade... Pois então, agora ganhou reais problemas para se importar.


Quanto a Fiona eu acredito que o irmão esteja sendo um pouco duro com ela. Eu entendi completamente quando ele se revoltou quando tudo aconteceu, foi compreensível à primeira vista pensar que tudo foi relapso da mesma. Agora, continuar com essa postura, de que a irmã não merece o respeito dele e que nunca mais será digna de confiança, acho super exagerado. Não sei exatamente aonde Lip quer chegar com isso, mas para uma coisa tem dado certo, acordar Fiona. Apesar de ter passado pela cadeia e ter lidado com a culpa pelo incidente, parecia que a ficha ainda não tinha caído sobre a real gravidade do que tinha feito, e ela continuava com a mesma atitude prepotente de quem poderia passar uma borracha em tudo e fingir que nada acontecera, inclusive em relação ao seu julgamento, aonde preferia arriscar cumprir cinco anos de cadeia ao invés de abandonar o orgulho e se declarar culpada. Parece que os gritos de Lip foram de alguma valia para fazê-la acordar para a nova realidade, todo mundo se fudeu por causa de suas atitudes, porque ela queria sair ilesa?

Enquanto todos estavam aprendendo a lidar com os novos e péssimos ares, um convidado indesejado ainda continuava se alojando na casa. Com a mesma atitude que a filha (por isso dizer que eles são tão parecidos) Frank não abandona sua prepotência nem à beira da morte, e nenhum pouco arrependido acha que pode continuar tomando as mesmas decisões egoístas e imaturas que o levaram a situação em que ele se encontra. O fato dele querer continuar fumando maconha dentro da casa, sabendo que o serviço social poderia chegar a qualquer momento, prova mais uma vez que ele realmente não se importa com mais ninguém, e o fato dele estar morrendo não muda nada, nem faz dele um coitadinho. Sem o background de onde todos os irmãos vieram, Sammy poderia até pensar que eles estavam sendo muito duros com o pai, mas a verdade é que eles estão lidando da única forma que é possível lidar com Frank, mandando ele à merda. Ela é extremamente manipulável e vai acabar mais cedo ou mais tarde se metendo em uma merda muito grande.


Agora que os dramas maiores do arco principal parecem ter estabilizado, a roleta resolveu dar uma girada pelos outros personagens da trama. E vimos Mike finalmente tomando uma atitude e indo ao socorro de Ian. Mandy é demais, sempre sambando na cara da sociedade com seus discursos. Ainda não sei o que está acontecendo com Ian, os próximos episódios devem explicar melhor, mas a cena da balada foi bem chocante, ele mal se aguentava em pé. Quero ver como os irmão vão reagir à sua nova fase It Guy. De volta em casa Carl encucou com a ideia de que Ian realmente ficaria retardado para o resto da vida, e nos proporcionou, como já de costume essa temporada, as melhores cenas da série. É engraçado que ao mesmo tempo que ele é um brucutu, ele é completamente ingênuo e capais de acreditar nas coisas mais fantasiosas do universo. 

Assim como seus irmãos parece que Debbie também não estava emocionalmente estável, e depois de ser rejeitada (finalmente!) pelo seu "namorado" de vinte anos de idade, a menina resolveu entrar no quarto e se cortar. Em um misto de samba e muita dor a menina jogou a faca longe após a primeira cortada. É visível como todo mundo está perdido naquela casa, e sem o apoio dos irmãos mais velhos Carl e Debbie vão crescendo à própria sorte e aprendendo a viver direto na prática. Kevin e V resolveram ter mais um plot sambístico em relação aos bebês. Como se não bastasse Kevin ter engravidado a mãe de V e depois disso ela ter engravidado de trigêminos, agora dois deles resolveram que era hora de um lanchinho, e como iam ter que esperar muito até poderem chegar perto de uma churrascaria, resolveram que a hora era ali mesmo e abocanharam um irmãzinho. O melhor de tudo foi V dando graças a Deus porque um morreu, menos uma boca pra alimentar.




Talvez Você Curta

0 comentários

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe