Orange Is The New Black 2x03: Hugs Can Be Decieving

terça-feira, junho 17, 2014



Admitamos, todos aqui seríamos a Soso na prisão.

Nesse terceiro episódio da segunda temporada, Orange Is The New Black finalmente mostra algo que eu estive esperando ansiosamente para ver: um flashback de Crazy Eyes. Suzanne, ou Aquela Que Jogou A Torta; como nos mostram as lembranças, foi adotada quando criança por um casal que não havia obtido muito sucesso no processo reprodutivo e, não fosse por ser uma criança negra e adotada em uma família de brancos, não há ali nenhum indício de que aquela criança viria a se tornar a adulta a quem já fomos apresentados.

Claro, o objetivo dos flashbacks é nos deixar levemente alarmados pelo comportamento da criança Suzanne ao revoltar-se loucamente na maternidade ou ao se rebelar contra a corrente de conto de fadas na festinha infantil, mas nada ali nos dá qualquer indício de como ou porque ela seja como é, exceto pelo flashback da formatura.

Ao descobrirmos que Healy não mentiu e que sim, ele encontrou Piper ensanguentada no chão porque Suzanne surtou e bateu nela - possivelmente reconstruindo uma memória), fica a questão: teria ela sido presa por ter agredido a mãe adotiva após anos de abuso físico e psicológico, e teriam esses abusos causado sequelas permanentes nela? Provavelmente sim, e qualquer outra explicação me parece ilógica.

Piper não só volta como trás em seu encalço a terrível Soso, uma criaturinha que beira o nauseável - assim como a Piper da temporada anterior. Aliás, uma Chapman se fazendo de badass depois de ter sido caguetada pela Alex é basicamente um sonho (se alguém aguentava ela reclamando, por favor me avise para eu preencher um requerimento de canonização e enviar pro Vaticano). Também temos Morello chorando a perda de sua data de casamento e de seu amado Christopher, que até o momento eu jurava que ela simplesmente tinha inventado pra criar algum senso de propósito para a própria existência.

Porém, mais importantemente, temos a tal da Vee, mexendo alguns pauzinhos para conseguir um bolo para reconquistar a confiança de Taystee - jurava que ela tinha em mente algo mais próximo da dominação global, mas acho que bolo já é próximo o suficiente disso - , e recebendo a completa desconfiança de Red, que obviamente sabe de alguma coisa e pretende usar isso pra impedir que Vee e suas recém conquistadas asseclas dominem o mundo. Ou a prisão. Close enough.

Destaque especial para a frase maravilhosa de Vee para conquistar a confiança de Suzanne: "ela é um dente de leão, e você é um gardenal". Não tenho como discordar.

Destaque também para a frase mais exata que já vi nessa série: "...but dragons are cool".

Destaque que ainda não é desse episódio, ou seja, mini-spoiler: Vee rearruma o cabelo da Suzanne e ela se transforma no Travis Barker em 1999.

Talvez Você Curta

2 comentários

  1. Não acho que Suzanne tenha agredido alguém de sua família, nem que os pais cometessem abusos com ela (embora obviamente eles não soubessem como lidar com o fato de ter uma filha negra e ainda com problemas mentais). Afinal, na temporada anterior havia uma cena dos pais visitando ela na prisão.

    Acho que Suzanne agrediu alguém que ameaçasse (ou ela pensava que fosse uma ameaça) a família dela.

    Vamos ver o que a série nos guarda.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o comentário acima apesar de não o fazer da maneira mais eficiente a mãe de Suzanne parece ser extremamente carinhosa e preocupada com a filha, como pode ser visto na conversa com a outra mãe para permitir que ela fosse na festa com meninas mais novas.

    ResponderExcluir

Fala aí, seuslindos!

Disqus for Seriadores Anônimos

Subscribe