S.A. Top: As maiores sambadas na cara de 2011 - Parte 2

domingo, dezembro 18, 2011


Prontos para a rodada final das maiores sambadas televisivas de 2011? Você entrou no ritmo com a primeira parte da lista, deu os seus pitacos a respeito da segunda e esperou pacientemente pelo final do desfile, com penacho na cabeça e samba no pé. Encerrando essa grande festa, o encerramento da lista promete um verdadeiro parque de diversões na cara de todo mundo!

5º Lugar – Revenge (por Leo Gravena)

A primeira coisa que você deve saber sobre Revenge, criança, é que esta não é uma série sobre perdão. Acompanhamos a jovem Emily (interpretada por Emily), que na verdade é Amanda – devido à linda trama de Trocadas na FEBEM – e volta para os Hamptons, onde pretende acabar com a vida de todas as pessoas que tramaram para que seu pai fosse preso por terrorismo! Lá conhecemos várias pessoas adoráveis (not), cada personagem é mais falso, manipulador e bitch que o anterior e é impossível não adorar isso. Sem falar que segundo politicas do canal, não se poder mostra beijo gay, mas pegação tudo bem, então temos muitos vídeos eróticos caseiros.

Claro que além de todas essas delícias temos toda uma vibe “Mulher Solteira Procura”, tanto com coleguinhas de faculdade quanto com coleguinhas da FEBEM. Quem não ama todo esse ar HT? Afinal, essa série é tão HT, que para terem ideia, o irmãozinho da Serena de Gossip Girl tá todo Straight e ainda por cima é pegador (#BOOM).

Enfim, Revenge é uma série delicia, que segundo os fãs irá durar 8 temporadas e um filme! Então não perca toda a crocância adstringente e antiaderente de Revenge, essa linda série PNC que cita Confúcio e tem uma festa diferente todo episódio.

4º lugar – Melhor atriz de comédia: Melissa McCarthy de Mike & Molly (por Jefferson Luiz)

O que sai de cabeça de juiz ninguém sabe mesmo, ainda mais quando o juiz é o do Emmy, e dentre todos os casos da premiação em 2011 esse foi com certeza foi o mais gritantemente idiota, pra não dizer outra coisa. O problema maior não foi sequer a atriz, pois não é que ela não merecesse o prêmio, mas sim que as outras competidoras eram infinitamente melhores. Eu poderia parar por aqui, mas como elas não ganharam vamos falar das competidoras.

Tina Fey simplesmente demais em 30 Rock; Amy Poehler em Parks faz gargalhar sem abrir a boca (e olha que fala aquela criatura); Laura Linney com seu humor sarcástico e sem mencionar seu grande potencial dramático. Sobre Eddie Falco não é necessário nem comentário, carrega Nurse Jackie magnificamente e Martha Plimpton está com suas caras e bocas impagáveis. Com concorrentes nesse nível, dá pra acreditar que a vitória de Melissa não foi uma sambada na cara?

3º lugar – The Vampire Diaries (por Thiago Sousa Lima)

Nesse desfile de campeãs, uma série que samba, distribui tapas na cara da sociedade e causa pavor na sociedade cristã.

Eis que nossa medalha de bronze é de The Vampire Diaries, uma série de qualidade crescente, coisa que não se vê em todo lugar hoje em dia. Do meio da primeira temporada para a atual terceira, a série da saltos de qualidade impressionantes, ao mesmo tempo que samba loucamente em nossa cara. Uma das maiores sambadas foi começar sem pretensão alguma de ser o que é hoje: uma das melhores séries da atualidade.

Como falar de The Vampire Diaries e samba sem citar Vampiranha, praticamente a madrinha da bateria? Sempre que Katherine Pierce aparece, o estrago em nossas caras é garantido. Sem esquecer dos Originais do Samba, a família mais carnavalesca da TV, transformando qualquer lugar por onde passam numa verdadeira Sapucaí.

2º lugar – A nova Mulher-Maravilha (por Marco C. Pontes)

Não deu para entender o motivo pelo qual a NBC recusou Wonder Woman para a fail season deste ano. É uma série que obviamente traz uma grande legião de fãs, tinha a escolha certa de protagonista e além do mais, tem David E. Kelley na equipe. O que poderia dar errado? MUITAS COISAS. Por isso, o piloto de Wonder Woman está em segundo lugar, pois foi uma sambada e foi uma sambada na cara de um jeito não muito legal.

Pra começo de conversa, quem é Wonder Woman, como ela consegue correr tanto e o que tem de tão especial naquela cordinha, além de ser um referencial para uma ótima piada? Para quem já viu a série original, leu os quadrinhos (como eu), contextualizar a personagem é extremamente fácil, mas quem não sabe de nada, continua sem saber nada, já que o episódio vomita tudo na cara do telespectador sem qualquer explicação. Perceba que a personagem faria qualquer coisa para conseguir o que quer, não vê nada de errado na matança que faz e ainda mata muito, muito facilmente. A personagem foi extremamente mal construída.


O me leva a outro problema do episódio: lá, a Mulher Maravilha não tem uma, nem duas, mas TRÊS identidades. Duas dessas são de conhecimento do público. Não sei qual foi a razão para terem feito uma identidade a mais. Eu até entenderia, se as três 'pessoas' fossem relevantes na trama, mas convenhamos, se nem 1 identidade só foi relevante, imagina qual é o valor de relevância das outras.


Fica além da minha compreensão como David E. Kellys escreveu essa coisa suculenta, que além de não apresentar nada interessante, ficou perdendo tempo em plots superdivertidos, como uma farmacêutica que fica vendendo suplementos para bombar os garotos para se tornarem supersoldados, passando pela barra de não ter nenhum amigo no Facebook, chegando na questão social, tentando mostrar que a Wonder Woman não é vulgar, mas mesmo assim, tem uma boneca com tetas gigantes.


1º lugar – Once Upon a Time: de bomba potencial ao hit da temporada (por Camis Barbieri)

A maior sambada do ano, em termos de lançamento, é Once Upon a Time. A série aterrorizou 99% dos seriadores já nos Upfronts (aquele evento que MUDA nossas vidas todo ano) e seguiu apavorando geral com suas promos e a bizarra proposta de contextualizar realidade e contos de fadas.

O fato de a série ser vendida como sendo “dos produtores de LOST” também não ajudou e as previsões eram de essa seria a pior estréia da Fall Season, afundando a grade da ABC no poço sem fundo de SAMARA (seven days).

Once Upon a Time tinha tudo para dar errado e ninguém conseguia entender de onde essa ideia infeliz tinha saído e porque diabo os executivos da emissora permitiriam que algo nesse naipe fosse filmado. Pois é. 

O resultado de toda essa apreensão foi uma sambada épica, digna de desfile das campeãs. Já no piloto todos os que amaldiçoaram, caçoaram, xingaram e zoaram (assim como essa que vos escreve, cheia de humildade e amor por OUAT) viram suas poker faces sendo esmagadas pela ala das princesas, príncipes e bruxas más. OUAT (como é chamada carinhosamente pelos fãs) é o melhor samba enredo de 2011 na TV aberta, tem roteiro criativo e super empolgante, personagens carismáticos e aquela pegada política, mostrando o submundo das histórias que povoaram nossa infância.

Impossível não se render ao charme do Prince Charming, ao fofíssimo Henry, às aventuras da Branca de Neve do Gueto e à briga sensacional entre Emma (a filha de Maria Margarete Branca) e Regina, nossa Rainha Má Megaevil, que esmaga o coração do público toda semana, sem falta.

Para completar a sambada, OUAT é considerada maravilhosa mesmo com todos os seus DEFEITOS ESPECIAIS. Quem acompanha essa delícia, jura que não liga para os efeitos visuais feitos por estagiários da ABC. O que importa é curtir cada minuto dessa história maravilhosa, que cresce nos emociona a cada episódio e que é, portanto, a maior e MELHOR SAMBADA nas nossas caras.

Acabou, certo? Vocês já podem encher a caixa de comentários de sambadas adicionais, reclamar que esquecemos seus passos favoritos na avenida e... Opa, espera um pouco!

Posição ZERO – The Glee Project (por Leo Oliveira)

Sem sombra de dúvidas, o programa de televisão que institucionalizou a sambada na cara.

Ryan Murphy é um psicopata e provou isso durante as 10 semanas em que teve a pachorra de dizer aos participantes de The Glee Project que eles não o inspiravam. Mas se engana quem pensa que o criador de Glee foi o único responsável pelo fator bombástico do programa. Com um elenco escolhido a dedo (de ouro), fomos brindados com reviravoltas de cair o queixo em praticamente todos os episódios do reality: teve strip-tease de anão, participante cristão desistindo porque não queria "trair" a namorada beijando Lea Michele, mocinha revelando que já liberou pra muito produtor musical pra impulsionar a carreira (apesar de ainda não ter carreira nenhuma) e gente inventando que era anoréxica para não ficar pra trás perante as histórias dos coleguinhas.

Teve depilação nasal, lambida de chantilly no torso alheio, mocinho "cristão" atirando para todos os lados, princesa má da Disney e travesti adolescente. Sem esquecer da coerência dos jurados, sempre mudando de opinião quando era conveniente e tentando salvar os seus queridinhos, por quem nutriam paixões quase obsessivas. Para coroar essa escola de samba que se apresentou na nossa TV, só mesmo o resultado de múltiplas vitórias, premiando todos os finalistas do programa com um arco em Glee. A sambada final da Unidos de Tio Ryan e o motivo pelo qual todos os espectadores desse programa se sentiram vencedores.

Talvez Você Curta

22 comentários

  1. Demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Concerteza o nº 1 e 0 são os mais certos!

    ResponderExcluir
  2. Essa posição zero já foi uma bela sambada.

    Da lista o que mais sambou na minha cara mesmo foi o Emmy da Melissa McCarthy. Eu fiquei boquiaberta quando anunciaram a vencedora e era ela. Comassim? Só falta o Johnny Galecki ganhar em 2012 para a sambada ser completa.

    Legal ver OUAT listada. Depois de tantos elogios fui ver a série e, realmente, foi uma bela surpresa.

    P.S.: Gente, o chroma key de Ringer devia estar na posição -1 dessa lista.

    ResponderExcluir
  3. a sambada final de The Glee Project aconteceu DEPOIS do programa, com tia Ryan dando mais episódios para Damian do que o programa previa e, mesmo assim, fazendo o coitado passar seu arco de sete episódios sem fala nenhuma e só fazendo caras deliciosas no background.

    ResponderExcluir
  4. Essa posição zero já foi uma bela sambada. [2]

    ResponderExcluir
  5. Só acho que tvd tinha que tá no 1º lugar. Vampiranha é mesmo a destruidora de rostos, quando aparece pode tr crtza que não vai sobrar ninguém - inteiramente estruturado - para contar a história. Somente sobradas ÉPICAS e sedutoras.

    O melhor é quando ela se junta ao Damon para ter as melhores falas que sambam direto na poker-face dos outros personagens. Poxa vida, que temporada excelente e não estamos nem na metade.

    ResponderExcluir
  6. Tinha esquecido da Sambada mor Wonder Woman, Até uma versão Pornô que eu vi era mais coerente, Se Chamava Wunder Woman, A sutileza de mudar uma letra no titulo para não sofrer processo me cativou, E a atriz era bem melhor.

    ResponderExcluir
  7. gente ces dançaram foi funk na minha cara!!!

    ResponderExcluir
  8. Nossa, tinha ctza que Game of Thrones estaria no primeiro lugar por ter matado seu protagonista. Na minha opinião, esta foi a mairo sambada do ano.

    ResponderExcluir
  9. Revenge devia estar em 1º. Todo episódio com triplo-plot e ainda mais com a indicação da Madaleine Stowe ao Globo de Ouro.

    Agora uma pergunta, vi até o 2º epi de OUAT, vale mesmo a pena ver ou é só trollação da parte de vocês?

    ResponderExcluir
  10. Fato Absoluto... Glee Project foi uma Sapucai...

    ResponderExcluir
  11. Ué mas qualquer pessoa que já tinha lido o livro já sabia disso, não tinha como ser classificada como uma "sambada" então né ?

    ResponderExcluir
  12. Não é nenhuma Trollação, o bagulho é muito bom, e samba, dança funk e tudo mais na cara de todos!

    ResponderExcluir
  13. Vou baixar então! Vlw

    ResponderExcluir
  14. Já ia xingar muito no Twitter porque The Glee Project/ Queen Ryan Murphy não tinham ficado em rpimeiro lugar... ainda bem que vocês sambaram na minha cara e colocaram um ZERO lugar.

    ResponderExcluir
  15. Se tivesse apostado tinha ganhado pow!!! Sabia q ouat ia ganhar!!! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  16. The Vampire Diaries e Once Upon A Time sambam muito mesmo na cara da sociedade. OUAT já se juntou a TVD, Fringe e Glee nas minhas séries preferidas.

    ResponderExcluir
  17. Sambou na minha cara! De todas as listas de final de ano essa é a melhor sem sombra de dúvida! Como não vi Wonder Woman não sei se concordo, mas enfim, acho que a lista está perfeita, TVD OUAT e The Glee Project não podiam faltar!

    ResponderExcluir
  18. Morri com essa Posição Zero sambando conceitualmente na nossa cara *-*
    Ryan Murphy provou que The Glee Project é melhor que Gleesho, provou que tem um ser mais Lea Michele que a própria Lea Michele, que o Kurt e a Mercedes tiveram um bebê, que Deus é contra as Artes Cênicas e que LINDSÃO consegue brilhar em dois episódios muito mais que o Irlandês e a Asiática em uma temporada inteira.

    ResponderExcluir
  19. OUAT sambou legal na minha face,não dava absolutamente nada por ela e eis que nos primeiros minutos do pilot eu me apaixonei perdidamente por ela e pelos personagens maravilhosos e encantadores que nos foram apresentados. Dessas outras apresentadas só conheço de nome,até pq não tenho mais tempo pra nenhuma série,OUAT foi a última a entrar nessa lista.

    ResponderExcluir
  20. Essa posição zero já foi uma bela sambada. [3]

    ResponderExcluir
  21. Melissa McCarthy só ganhou o emmy por causa de Bridesmaids, isso é fato. Mas glee project definiu a sambada do ano meses atrás, num tem jeito.

    ResponderExcluir
  22. Essa posição zero já foi uma bela sambada. [4]

    ResponderExcluir

Comenta, gente, é nosso sarálio!

Subscribe